Uma viagem pela a história e cultura Afro-brasileira e Africana

    Publicado por:  Eliane Carolina Dias Sobrinho Gonçalves

Antes da Lei 10.639/03 o ensino da História e Cultura Afro – Brasileira e Africana brasileira era trabalhado nas aulas de História e abordava apenas o tema da escravidão. Com a Lei 10.639/03 buscou-se desenvolver novas diretrizes curriculares, ou seja, mostrar o negro como sujeito histórico, valorizando a cultura: música, culinária, dança, religião, entre outros.

Desta forma, a professora Pâmela Arice da Escola Municipal CEI David Carneiro, está desenvolvendo com os alunos do 3º ano C, atividades diversificadas sobre a Cultura Afro – Brasileira. O trabalho ressalta as diferenças da cultura africana, que tanto contribuiu e contribui na formação da população brasileira.

O trabalho está sendo embasado através de leitura de diferentes obras, tais como: “As tranças de Bentou”, “Bruna e a galinha da angola”, e “As panquecas de mama Panya”.

Segundo a professora Pâmela, o trabalho está proporcionando momentos significativos para os alunos: “Viajamos por meio da leitura pelo o continente africano e estamos conhecendo e ressaltando a importância da valorização da Cultura Afro, que é muito rica e que se faz tão presente na nossa vida, através da música, alimentação, vestimenta e descendentes.”

E assim o trabalho está sendo desenvolvido, por meio do lúdico, do trabalho coletivo e individual. Os alunos estão descobrindo que a diferença é necessária e enriquecedora.

Autor: CEI David Carneiro, EM | Fonte: Eliane Carolina Gonçalves
00081926.jpg
Lei 10.639/03
1/6