Transição

    Publicado por:  Cristina Goncalves de Oliveira Bijega

 

TRANSIÇÃO

NÃO É BICHO DE SETE CABEÇAS!

Transição da Educação Infantil para as Séries Iniciais são momentos de rupturas de paradigmas. Momentos esses permeados de curiosidades para as crianças provenientes dos CMEIS da Rede Municipal de Ensino de Curitiba. Na intenção de atender aos anseios das crianças e familiares a RME direciona o Projeto de Transição, e neste ano não poderia ser diferente, claro que sob um “olhar” para esse momento que o planeta vive. Desta forma a unidade Colônia Augusta recebe com muita satisfação a equipe do CMEI Vera Cruz nas pessoas das professoras Gisele e Sandra, que juntas traçaram metas e propósitos para que assim o projeto pudesse ocorrer da melhor forma possível atendendo ao Protocolo de Segurança e prevenção ao Covid-19,  como primeira ação as crianças da Educação Infantil levantaram questões que foram prontamente sanadas pelas crianças do 1º Ano sob a orientação da professora Noriani que contou com a valiosa colaboração das professoras Andressa e Paula docentes dos 4º Anos que abraçaram a causa e direcionaram um trabalho para responder a todas as cartinhas provenientes do CMEI. “Os questionamentos foram:...” Tem parquinho na escola? Precisa copiar do quadro? Tem bola na escola? Cita-se aqui  apenas uma pequena proporção das curiosidades do mundo infantil rumo ao desconhecido.

Dentre as propostas desenvolvidas a equipe CMEI/Escola também realizou registro através de fotos e vídeos para que as crianças pudessem conhecer as unidades e para complementar e enriquecer a ação aconteceu uma chamada de vídeo onde as crianças tiveram a oportunidade de se conhecerem de forma virtual.

De acordo com a devolutiva do CMEI segue a fala da diretora Ediane: “Acolhida cheia de significados, escuta e correlações. CMEI/Escola minimizando rupturas sócio/emocionais na transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental, nossa gratidão à professora Noriani, docentes, equipe de pedagogas e diretoras que prontamente atenderam as especificidades da nossa proposta”.

A escola agradece a parceria e fica aqui um gostinho de “quero mais”.

Autor: Cristina Gonçalves de Oliveira Bijega. | Fonte: Observação, olhar e escuta atenta.
00320292.jpg
TRANSIÇÃO
1/1