Teatro João e Maria no momento cultural da biblioteca Helena Kolody

    Publicado por:  Rafaela Marinho da Silva

A partir do final do mês de agosto, a Biblioteca Helena Kolody, localizada no interior da Escola Municipal Ditmar Brepohl, iniciou um projeto que mistura teatro, literatura, arte e música. Trata-se da “Hora do Conto”, projeto antigo, porém sempre aberto a novas ideias.  

O objetivo inicial era que todos os alunos da escola pudessem tomar contato com a história de “João e Maria”. Por ser uma história antiga e bem conhecida, uma vez que tem sua origem atrelada à compilação de histórias orais feitas pelos Irmãos Grimm, na Alemanha do século XIX, a intenção era dar uma nova cara a um conto tão difundido.  

Para isso, alguns professores e alunos da escola uniram forças e ideias. O primeiro aspecto a ser elaborado foi o cenário, realizado de modo criativo, pela Raquel Bizerra Lacerda, que acabou valorizando a natureza, com uma bela árvore no centro de tudo. Depois de algumas observações e conversas com a professora Carla Beatriz Ozaki de Camargo, idealizadora do projeto e também diretora de arte e produção, a professora Sarah Roza decidiu fazer uma releitura do texto original, prestando bastante atenção ao cenário e considerando os interesses dos alunos. O figurino, ficou por conta da capacidade criadora da professora Juliana dos Santos.  Além disso, alguns alunos foram convidados a encenarem os personagens principais, a saber, João e Maria. No período da manhã, participaram o aluno Davi e a aluna Julia, ambos alunos do 3º da professora Andressa Passenko. Já no período da tarde, os alunos que atuaram foram, Julio, do 5º ano C, profª Claudia dos Anjos e Larissa, do 3º ano D, professora Karla Diniz. Um aspecto interessante e que merece destaque é que o narrador da peça era o Papagaio-de-cara-roxa (no lugar do simples passarinho que come as migalhas deixadas pelo menino na versão original), animal ameaçado de extinção no estado do Paraná, sendo encenado pela professora Carla Beatriz Ozaki de Camargo.

Ao final de cada apresentação, há sempre um momento de reflexão, no qual cada aluno pode pensar sobre as sementes que estão semeando e como estão vivendo o momento presente.

Assim, a literatura, mais uma vez, acaba por nos humanizar, além de ensinar, alargando nossa mente e propondo novos pontos de vista!

Autor: Ditmar Brepohl, EM - Rafaela Marinho da Silva | Fonte: Professora Sarah Roza e Carla O. Camargo