Sementes do Nosso Quintal

    Publicado por:  Ana Beatriz Souza Cerqueira

Um quintal pode ser ou ter muitos sentidos, podendo despertar sensações, promover diversas experiências, conforme as concepções, o olhar, a prática, as provocações e oportunidades.

O quintal do CMEI Centro Cívico vem despertando curiosidades, incentivando práticas sustentáveis para tornar o cotidiano o mais saudável, reaproveitavel, que respeite os ciclos de vida, de transformação e vitalidade.

Inspirados pela prática do plantio da casca de batatas usadas na alimentação das crianças do CMEI Centro Cívico, Ariel e sua mãe Luci resolvem plantar em seu quintal. Atualmente eles tem no quintal Aipim, milho, batata doce, bananeiras, hortelã, alecrim, cebolinha, mamão, morango, e outras delicias, que vão dando sentido a sua construção de quintal.

Encantados com o resultado da experiência, no dia 15 de março compartilharam conosco a colheita do milho. A nossa ideia germinou, floresceu, cresceu e frutificou, criou raízes para fora dos nossos muros, e nos devolveu o fruto da provocação

Não é apenas um “pedaço de terra”, é o meu, é o seu, é o nosso quintal, é sempre terreno fértil, aguardando uma nova semente.

" Nutrir o aparelho sensorial da criança das formas fundamentais, dos materias primitivos, das substancias  que sustentam as coisas é almejar uma pedagogia das repercussões internas." (Ana Lucia Vilela)

Autor: Ana Beatriz S. Cerqueira e Lucilene Costa de Jesus | Fonte: CMEI Centro Civico
00333534.jpg
Inspirações do Nosso Quintal
1/12