Robótica nas escolas municipais

    Publicado por:  Marcos Aurelio Cardoso de Lima

     Com o apoio da Coordenadoria de Tecnologias Digitais e Inovação, a Escola Municipal Romário Martins teve o privilégio de apresentar aos seus alunos o Projeto Robótica nas unidades de ensino municipal.

     Os estudantes da turma 5º ano C puderam construir um protótipo de cadeira de rodas com a utilização dos kits de Robótica.

     Essa atividade teve como objetivo, identificar os problemas enfrentados pelos deficientes físicos durante a sua locomoção.

     O projeto sobre acessibilidade e respeito, foi desenvolvido em 3 etapas na prática de Direitos Humanos.

     A primeira consistiu na conversa e reflexão dos estudantes sobre as pessoas que possuem necessidades especiais, onde realizaram uma atividade com os personagens da turma da Mônica.

     Na segunda etapa os alunos construíram um protótipo com os kits de robótica e um circuito para que o mesmo se locomovesse.

     Na terceira etapa, foi inserida no protótipo uma "fantasia" uma pessoa cadeirante, e foi inserido no circuito um obstáculo composto por escadas.

     Na terceira etapa, o protótipo de cadeira de rodas não conseguiu passar pelas escadas, então os estudantes começaram a buscar soluções para esse problema.

     Foram 3 as alternativas encontradas pelos alunos:

          1 - contar com a ajuda de outras pessoas;

          2 – desviar-se do trajeto;

          3 – construção de rampas que permitissem a passagem do cadeirante.

     Então, com a utilização de papel cartaz, os alunos construíram as rampas que permitiram a acessibilidade ao deficiente físico.

     Posteriormente, foi realizada uma conversa onde se procurou comparar a atividade realizada com a realidade vivenciada pelas pessoas portadoras de necessidades especiais.

     Os estudantes perceberam que em vários espaços da cidade existem locais que não oferecem acessibilidade.

     Essa atividade realizada na oficina de Direitos Humanos buscou sensibilizar os alunos para pensar na condição do outro, e com isso incentivar o respeito e a busca por igualdade de condições e acesso a todas as pessoas.

Autor: CEI Romário Martins, EM | Fonte: Professora Cristiane Martins