Pipoca: Mais que uma receita uma experiência sensorial

    Publicado por:  Caroline Araujo Cavalcante dos Santos

Pipoca é um daqueles alimentos que são carregados de combinações boas: cinema, amigos, família, final de semana. 
Existem alguns alimentos que evocam momentos, e a pipoca é um deles. Desde o processo de se cozinhar, até o ato de comer, tudo é uma experiência, inclusive sensorial.

O cheiro de pipoca no ar, as mãos sentindo as pequenas explosões ao mexer a panela, o ouvido atento ao notar a diminuição do número de estouros, para por fim entender a hora de parar. 

É uma experiência, não tem como negar!


Entender os processos, e olhar com calma para o ato de cozinhar : mesmo quando se prepara coisas simples e corriqueiras, como uma  pipoca, nos faz pensar a culinária de maneira distinta.

E são assim, que as pequenas criações se apresentam. 

Apesar de ser essa experiência incrível, de acordo com a Academia Americana de Pediatria, o ideal é que seja consumida com 4 anos?sim! 4 anos!! Como é difícil restringir nossos pequenos de 2 e 3 anos de consumir a pipoca né? A recomendação de 4 anos é pelo fato de a pipoca ser fácil de se engasgar! 

Pensando nisso, desafiamos nossas famílias a fazer uma pipoca diferente: Pipoca de Sagu!

Receita, fácil, simples, saborosa e segura! 

Autor: CMEI Caiuá Ilhéus | Fonte: CMEI Caiuá Ilhéus
00300929.jpg
Pipoca de Sagu
1/1