Pareceres Descritivos - Avaliando a criança através do seu cotidiano dentro e fora do CMEI.

    Publicado por:  Gislaine Cristina Bellis

 

No CMEI as crianças brincam, correm, pulam, interagem e vivenciam as suas infâncias num contexto investigativo, desenvolvendo autonomia, a oralidade, a democracia e o protagonismo infantil. Mas como avaliar esse processo de desenvolvimento de aprendizagens e revelar às famílias a evolução da criança enquanto sujeito de direitos, numa perspectiva documental?

Destarte, os Centros Municipais de Curitiba e Centros Conveniados Infantis utilizam como forma de avaliação na educação Infantil os “Pareceres Descritivos, ” com base nas orientações da Secretaria Municipal de Educação em consonância com a Lei de Diretrizes e Bases e Currículo da Educação Infantil de Curitiba.

A partir da finalidade da Educação Infantil, exposta na LDB 9394/96, no artigo 29, assumimos o compromisso com o desenvolvimento integral dos bebês e crianças, em seus aspectos físicos, psicológicos, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade, garantindo assim os direitos de aprendizagens através dos campos de experiências.

Nessa trajetória, as ações de planejar estão articuladas ao processo de acompanhamento tanto das práticas quanto das aprendizagens dos bebês e das crianças, demonstrando o compromisso que oferece visibilidade aos seus percursos e possibilitando a escrita do Parecer Descritivo como documento legal, em conformidade com as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (2009; 2010).

Na Rede Municipal de Ensino de Curitiba, o Parecer Descritivo, com periodicidade semestral, consiste em uma das formas de comunicar as aprendizagens, caracterizando-se por uma síntese reflexiva dos diferentes registros que construímos no decorrer da realização das propostas, apresentada sob uma escrita com sentido para os responsáveis/ familiares e constituindo-se em uma das possibilidades para as famílias acessarem o trabalho pedagógico realizado com os bebês e as crianças. O acompanhamento das aprendizagens e do desenvolvimento infantil antecede o momento do registro do parecer, envolvendo diferentes situações realizadas cotidianamente.

Esse documento é construído com muita responsabilidade, revelando o progresso/ processo da criança, considerando os aspectos físicos, emocionais, cognitivos e sociais, ampliando o olhar pelas famílias e pelos próprios profissionais da Unidade.

Muitas são as emoções nos momentos de compartilharmos esses momentos, onde pais e profissionais demonstram o compromisso e amor pela criança, numa imprescindível relação entre os pares que conjuntam essa grande missão do Cuidar e Educar na Educação Infantil.

 

                                                                                                       [...] será no exercício compartilhado da vida coletiva que as crianças, efetivamente, irão socializar-se, aprender a conviver, confrontar, discutir, procurar                                                                                                               soluções com seus pares e o apoio dos adultos. (BARBOSA, 2013, p. 219).

 

Autor: Gislaine Cristina Bellis. | Fonte: SME
00363123.jpg
Momento de diálogo e fortalecimento da tríade.
1/16