Os Caminhos do Projeto de Formação do CMEI Dr. Eraldo Kuster

    Publicado por:  Caroline Kupczki Krezko

O que precisamos saber sobre as crianças e suas infâncias?
A criança é única, tem uma condição biológica; social, cultural. 
O modo como ela vai viver a infância passa pelo Tempo Cronológico (fase biológica do desenvolvimento); Tempo Histórico (era vivida), o local geográfico (cidade/campo); o local onde mora (casa/apartamento), situação econômico (financeira), a cultura familiar (costumes), a cultura da criança (infantil); sua singularidade (ser/ente); Cultura social (Educacional/Comunidade).
O processo de formação partiu da escuta as professoras do que precisavam saber um pouco mais, pautados no Currículo da Educação Infantil, no que dizem os teóricos deste tempo e os demais documentos oficiais, formações da Rede Municipal. 
A equipe muito embora tenha ótima formação acadêmica, entre as buscas, elas queriam saber mais sobre o desenvolvimento das crianças; a produção das sinapse, as potencialidades, interesses das crianças em casa fase da vida. 
O processo de formação seguiu o caminho Concepção de Infância e de criança, a cultura da infância e cultura da criança, o que é interessante a ela, o que gosta, como se expressa e interpreta os acontecimentos, como se dá o seu desenvolvimento biológico e social. 
A pedagoga e pesquisadora Marjane seus estudos constantes tem trazido muita qualidade nas formações com importantes reflexões, a partir de leves, vídeos, documentações oficiais fundamentados no Currículo da Educação Infantil; E, do que dizem os teóricos do desenvolvimento infantil biológico e social, Vygotsky, Wallon, Piaget e os teóricos deste tempo, as tantas linguagens de Malaguzzi, Paulo Fochi e tantos outros.  Ainda a formação da linguagem tecnológica, isto é aprendizagens de novas ferramentas da tecnologia, que neste tempo é essencial no processo da Educação Remota.
Nesta segunda feira dia 03/05/2021, As professoras após terem “criado um mural utilizando a ferramenta digital Padlet onde compartilharam suas pesquisas e compreensões sobre as linguagens na Educação Infantil fazendo links da prática do cotidiano com as teorias de estudadas” (Pedagoga Marjane). 
A nossa manhã de formação foi carregada de poesia e de produção árdua, resultadas de muita leitura e pesquisa. A partir do Currículo da Educação Infantil, das Linguagens de Malauzzi, dialogando com os teóricos desenvolvimentistas e sociais; elas construíram a práxis olhando o percurso de experiências desenvolvidas pelas crianças no Ensino Remoto, construindo, suas próprias teorias ao documentar o percurso da criança, identificando as linguagens utilizadas por ela no processo das aprendizagens, do saber da experiência da criança.
Os estudos estão proporcionando importantes avanços na concepção de criança, de infância; na compreensão de que a criança é singular em sua individualidade; tem um jeito próprio de enxergar e interpretar o mundo e que a cultura familiar, social, o local onde ela vive, o tempo histórico e cronológico em que ela vive, a sua interação com o meio social cultural, afetivo, vão interferir diretamente nos processos de seu desenvolvimento, nas aprendizagens e na sua constituição de sujeito.
 

Autor: Ivete Bussolo | Fonte: Ivete Bussolo
00294124.png
Estudos Pedagógicos online
1/11