Operação Tira Focos

    Publicado por:  Gisele Alberti Motta

 AÇÕES EDUCATIVAS NO COMBATE A DENGUE

 

 

 

No CMEI Vila Rosinha as ações de combate ao mosquito AEDES tiveram inicio com a reunião pedagógica em 12 de fevereiro onde foram repassadas orientações e expectativas para o trabalho em 2016. Além de informações foi realizado também a definição de ações e responsabilidades cotidianas que irão possibilitar um enfrentamento mais efetivo. A equipe responsável pelos serviços de limpeza foi reunida em 16 de fevereiro e orientada pela diretora e pedagoga.

A proposta com as crianças foi realizada nas turmas de Maternal II, Pré I e    Pré II. As professoras elaboraram um vídeo a partir de pesquisa em materiais diversos, oportunizando às crianças observar e conhecer mais sobre o tema de forma lúdica. Foi realizada também uma roda de conversa com as crianças utilizando-se um mosquito confeccionado em garrafa pet como disparador. Uma amostra das informações reveladas nas falas das crianças foram registradas e todo o material produzido foi organizado num mural ilustrando as ações a serem compartilhadas com as famílias. A turma do Pré também representou em forma de desenho suas idéias a respeito da Operação Tira Focos.

No sábado, 28 de fevereiro, uma equipe de profissionais do CMEI reuniu-se para realizar ações complementares, entre elas: poda de plantas, adequação de brinquedos de pneus e floreiras bem como descarte de alguns materiais.

Como forma de ampliar olhares e atuar em parceria com a comunidade local o CMEI recebeu também a visita das agentes da Unidade de Saúde Estrela que reforçaram orientações.

Assim, as primeiras ações conduzirão um processo contínuo e permanente de combate ao mosquito AEDES .

 

 

 

 

 

 

 

Objetivos:

 

Sensibilizar a comunidade educativa em relação às ações cotidianas de combate ao mosquito AEDES.

 

 

Avaliação:

As ações iniciais permitiram ampliar os olhares em relação aos conhecimentos sobre o mosquito AEDES e as doenças por ele transmitidas e despertar os envolvidos para um esforço coletivo em função do bem comum. Sabe-se que é preciso dar continuidade e incorporar as ações no cotidiano da instituição.

Referências:

CURITIBA, Secretaria Municipal da Educação. Oficio Circular n° 002/2016.

Autor: Vila Rosinha, CMEI | Fonte: Cmei Vila Rosinha
00116957.jpg
Mosquito
1/3