O seu olhar melhora o meu

    Publicado por:  Cristiane Fonseca

Sonhos da menina

(Cecília Meireles)

A flor com que a menina sonha
está no sonho?
ou na fronha?

Sonho
risonho:

O vento sozinho
no seu carrinho.

                                                                                                                   De que tamanho
seria o rebanho?

A vizinha
apanha
a sombrinha
de teia de aranha . . .

Na lua há um ninho
de passarinho.

A lua com que a menina sonha
é o linho do sonho
ou a lua da fronha?

O olhar da criança é generoso e amplo. Não se prende a convenções ou preconceitos e assim, sem querer, de maneira natural, nos ensina muito. Não temos dúvida que sonhar é fundamental. Sonhar alimenta o esperançar e quando temos o retorno das propostas de atividades das crianças das  turmas dos Prés ou dos pequenos  acompanhando as vídeo aulas ficamos emocionadas e transbordando de carinho e saudades. Temos uma potente “recarga” de amor e esperança de dias melhores.

A pequena Gabriela Martini de Jesus, da turma do Pré 1 A, encheu o coração das suas professoras Márcia e Tânia e de toda a equipe do CMEI de orgulho e carinho.  Sua atenciosa mãe Cristina Martini conta como a pequena tem reagido as vídeo aulas: “ Gostamos muito das últimas semanas de aula, elas  estão mais participativas e interativas com as crianças - historinhas, imagens, lugares e assuntos novos, todos  muito interessantes”, Cristina conta que a família precisou fazer uma organização para atender todos “em nossa casa optamos pelo período da tarde em assistir e desenvolver a Gabi. Pois pela manhã tenho uma filha mais velha que também está estudando e assim com um computador nos dividimos”, explicou.

Para a pequena Gabi o cotidiano desperta sua curiosidade e a vida é o cenário para aventuras: “A Gabi gosta mais de assistir situações que lembrem a realidade e coisas do dia a dia dela mesmo. Ela adora desenhar muito, trabalha os detalhes nos desenhos dela também”, conta sua mãe, cheia de orgulho.

Cristina relata que uma proposta apresentou a vida de um ET conhecendo a Terra trocando conhecimentos e a nossa “pequena” desenhou uma família numa barraca toda reunida e que recebeu a visita de uma lagarta. A mãe completa “Assim ela vem dia a dia com seu pequeno mundo de grandes”.

Toda a equipe do CMEI esta cheia de carinho e saudades da Gabriela e dos seus amigos e seguimos aprendendo a ver um outro mundo. Como diria Arnaldo Antunes: “O seu olhar lá fora,
O seu olhar no céu
O seu olhar demora
O seu olhar no meu...
O seu olhar seu olhar, melhora  melhora o meu...”

Autor: Cristiane Fonseca | Fonte: Krasinski, CMEI
00275892.jpg
Gabriela
1/6