Momento cultural literário marca o início do segundo semestre letivo na Escola Municipal CEI Augusto César Sandino

    Publicado por:  Paulo Henrique Machado

O início do segundo semestre letivo na Escola Municipal CEI Augusto César Sandino, no Santa Cândida, foi marcado pela realização de um momento cultural literário de boas-vindas na manhã desta quarta-feira (24/07). Com a temática "Intervenção literária, já!", a ação faz parte de um projeto de incentivo à leitura desenvolvido na Escola para potencializar as competências leitoras dos estudantes dos ciclos I e II do Ensino Fundamental.

 

As professoras Daiana Lima Tarachuk, Aline Martins e Mair Soares prepararam três diferentes apresentações: contação da história "A menina e as portas", de Delma Maria Lucchin; declamação de dois poemas - "A arte de ser feliz", de Cecília Meireles e "Ainda menino", de Mair Soares; e peça teatral "A sopa supimpa", de Estevão Marques, Marina Pittier e Fê Sztok. 

 

A Escola também recebeu a visita das coordenadoras da Freguesia do Livro, Ângela Marques Duarte e Josiane Mayr Bibas, que conversaram com os estudantes a respeito dos trabalhos desenvolvidos por esta organização não governamental no município de Curitiba, que desde 2011, promove leitura por meio de uma corrente literária que coloca livros em movimento, incentivando a leitura para todos em todos os lugares. Em parceria firmada com a Escola, as coordenadoras cederam uma caixa repleta de livros, a qual consiste em um "ponto de leitura", possibilitando que todos da comunidade escolar tenham acesso a títulos literários diversificados e possam também realizar a doação de outros livros que estejam guardados há tempos em suas casas.

 

Uma das propostas do projeto da Escola contempla a realização de situações de leitura considerando diferentes ambientes para além da Biblioteca Escolar Professora Simone Mello, que já é um espaço-tempo consolidado para mediação e incentivo à leitura, suporte à pesquisa e à difusão cultural. A equipe gestora já disponibilizou dois locais da unidade que receberão os livros doados pela Freguesia do Livro: o primeiro, no hall de entrada (em frente à secretaria escolar), possui caixas-estantes e um banco em formato de lápis; o segundo, no bloco II (em frente à biblioteca), tem prateleiras e barras horizontais em uma parede colorida.  

 

Essa proposição vem de encontro com uma das crenças da Freguesia do Livro, de que os espaços de leitura precisam ser livres, com portas abertas, onde o controle dos empréstimos é feito apenas pelo próprio leitor que passa a ver o livro como uma mensagem que deve continuar seu percurso. Para essa instituição, o importante é que depois de lidos, os livros continuem circulando. O objetivo é levar o livro para perto do leitor, criando a oportunidade e despertando o interesse.

 

Acredita-se que, a partir da realização de momentos planejados de leitura fruição e de leitura sistematizada nesses novos ambientes, os estudantes tornar-se-ão leitores proficientes, autônomos, assíduos e vinculados à leitura literária. Dessa forma, a equipe de profissionais da Escola Municipal CEI Augusto César Sandino propicia o encontro singular de estudantes com a(s) leitura(s), construindo, ampliando e transformando suas visões de mundo. 

 

Autor: NRE Boa Vista | Fonte: Paulo Henrique Machado e Daiana Lima Tarachuk
00229453.jpg
Momento cultural "Intervenção literária, já!" - EM CEI Augusto César Sandino
1/10