Escola Municipal Caramuru, Escola Municipal

logo escola

Menino ou menina...Espaço de pessoas

    Publicado por:  Paula de Camargo Demario

A aplicação do Plano de Ação de Educação em Direitos Humanos em 2.017 obteve resultados positivos e com relevante avanço se comparado às ações desenvolvidas em 2016. Percebe-se hoje uma maior sensibilização e conscientização da equipe escolar sobre sua importância da “Educação em Direitos Humanos” que não é algo dado, acabado, mas que deve ser construído coletivamente e estar inserido no planejamento e nas relações que se estabelecem no cotidiano.

Para trabalhar a temática com identidade de gênero, a professora Silmara Denise Tychanowicz de ciências (2017),  utilizou a partir do gênero textual música “Brincadeira de Menina” - Mc Soffia. O trabalho teve como principal objetivo o exercício da alteridade, ou seja, o reconhecimento e o respeito pelo outro, da forma que ele se dispõe ou se apresenta no mundo. A letra questiona a regra imposta no contexto social de que há espaços, jeitos e brincadeiras de meninas e outros para os meninos.

Aproveitando essa temática a equipe pedagógica criou o “I Desafio das filas”, que buscou a reflexão sobre a percepção da criança sobre a ocupação dos espaços e a desconstrução das filas, já iniciada em 2016, mas que em alguns momentos ainda não tinham sido utilizadas e até então estabelecidas por gênero e ordem crescente de tamanho. 

Neste ano a escola iniciou as atividades escolares libertando-se das filas, fruto de novos pensamentos trabalhados a partir do Plano de Ação de Direitos Humanos.

Autor: Caramuru, EM | Fonte: Epa
00164559.jpg
Desafio das filas
1/4