Mantenha o vínculo - Seja como for, mostre-se!!!

    Publicado por:  Tania Maria Misquevis Chuves

Mantenha o vínculo – seja como for, mostre-se!!!

O vínculo é importante, mãe de Sarah comenta : “ela presta mais atenção quando é a música que vocês professoras cantam...na história, ela não se cansa de ver”. Quando sabemos do que se trata e de quem se trata tem um valor diferente! 

Estamos vivendo um momento inédito, e não é somente em nossas casas, e uma questão que vem preocupando todo o planeta. Nunca pensamos tanto! No futuro, no presente, de como as coisas eram... e como tudo vai ficar nos pós!

O distanciamento social vem de encontro com as mídias e redes sociais, aqui no CMEI não poderia ser diferente, as famílias ainda que meio timidamente nos comunicando com fotos, vídeos desenhos, que as crianças estão com saudades da creche. Podemos concordar, pois também estamos, mas estamos sentindo - falta sim! Não do prédio e das salas em si, sentindo falta de gente, de companhia, de partilhar os momentos uall das crianças, momentos de sapequices e descobertas, saudades das conversas, dos “eu também”, da interação e das anotações que valem ouro, do embalo da balança, dos dedinhos cheios de areia, dos chinelos trocados, do bigode de leitinho, de careta ao experimentar um alimento novo, saudades de tudo que nos possibilitam conexões.

Diante disso, como pretexto para matar um pouquinho a saudade, fomos organizando um vídeo onde todas as profissionais do CMEI, tiveram a oportunidade de partilhar uma foto, uma palavra ou frase, para que de alguma forma pudéssemos demonstrar que também estamos desejando que tudo isso passe! Esperança foi a frase mais citada, confiança, fé, amor, respeito, gratidão, saudade, e é  claro:  #fiqueemcasa... E nesses momentos apesar de estarmos longe, mediante o exposto: o sentimento que nos toca que nos move, tivemos a possibilidade de encontro mesmo estando longe. De refletir, de apreciar e aprender com o pensamento do outro. De esperançar (almejar, sonhar, buscar, agir) juntas!

Mas estamos lidando com crianças pequenas, talvez as carinhas, ou ouvir sua própria voz, façam mais sentido do que as palavras, mas sem subestimá-las, sempre tem um adulto para contar: esse é o nome dos amigos, esse aqui é o seu! Reconhecem e se movimentam encontrando seu lugar nos espaços, sabem que sentem falta de tudo de bom que acontece lá no CMEI onde se transformam em super- herói com um tecido, e ao brincar de boneca precisa de uma mega-amiga para partilhar.

Então junto com o vídeo¹ lançamos alguns desafios, algumas formas de investigar, perceber, brincar, desafiar, dando ênfase as pessoas, aos colegas, as salas referência... E tudo que tem lá dentro¹ (cento e pouco MB), faz parte do cotidiano, de cada um de cada vida.

Ainda cabe aqui uma lembrança - imagem do parque: depois da chuva sempre vem o arco-íris. Tudo isso, aqui para a gente graúda e miúda  está impregnada de sentido! E aí para você?

Os desafios serão enviados posteriormente, por enquanto se deliciem assistindo ao vídeo e nos enviando as reações das crianças pelo WhatsApp.

Saudades!

Autor: Professora Patrícia O. Borges Gonçalves | Fonte: CMEI Moradias Gramados