Língua portuguesa para imigrantes e refugiados

    Publicado por:  Danielle Maria Borges

O sucesso do Curso de Língua Portuguesa para Migrantes e Refugiados vem chamando a atenção na Rede Municipal de Ensino (RME) de Curitiba. As aulas já estão acontecendo em 16 unidades educacionais do município. Sabe-se o quão crucial é dominar a língua do país onde se vive, pois, além de facilitar a comunicação, permite uma melhor integração social e oportunidades de emprego.

Como uma cidade educadora, a prefeitura oferta o curso de forma gratuita e transforma a escola em um espaço acolhedor sob uma abordagem comunicativa e interativa, proporcionando um ambiente receptivo e estimulante para o aprender. Além disso, a pluralidade cultural e a diversidade linguística dos imigrantes são valorizadas nos encontros por meio de discussões sobre temas relevantes e a realização de atividades, ao mesmo tempo que promovem o conhecimento da cultura brasileira. O impacto na vida dessas pessoas tem sido impressionante! Muitos já conseguiram uma colocação no mercado de trabalho e avançam em seus planos pessoais, ampliando suas redes de contatos, visto que se sentiram mais confiantes para comunicar-se e enfrentar os desafios do dia a dia. O sucesso dessa iniciativa é fruto do comprometimento e dedicação dos nossos estudantes, professores e equipes gestoras das unidades de ensino que estão empenhados nessa missão de ofertar o acesso  aos direitos sociais básicos como educação, saúde, alimentação, moradia, transporte, trabalho, lazer, segurança, assistência e previdência social, proteção à maternidade e à infância. Além do respeito às especificidades culturais, sem discriminação em razão de nacionalidade ou condição migratória.

Autor: Equipe GEJA | Fonte: Gerência da Educação de Jovens e Adultos
00437516.jpg
Turmas do Curso de Língua Portuguesa para imigrantes e refugiados.
1/12