Jogo interativo sobre virtudes é criado no 13º Farol do Saber e Inovação !

    Publicado por:  Ana Dariley Peters

Estudantes do 5º ano da Escola Municipal Padre José Anchieta, no Fazendinha, criaram o Jogo das Virtudes, um brinquedo interativo com peças confeccionadas em impressora 3D, circuito elétrico, leitor de código de barras e aplicativos para desenho. O jogo foi desenvolvido no Farol do Saber e Inovação Castro Alves, inaugurado nesta terça-feira (2/4) depois de ser revitalizado para abrigar uma oficina de criatividade, com espaço maker.

Anexo à escola, este é o 13º Farol do Saber e Inovação da cidade e o segundo da Regional Portão a ganhar o selo da inovação. O primeiro foi o Rocha Pombo, em março do ano passado, junto à Escola Municipal Papa João XXIII. Os espaços são usados por estudantes da rede municipal de ensino e as comunidades.

“Transformados, agora os Faróis do Saber e Inovação são lugares para fabricar brinquedos e objetos dentro da nova cultura das tecnologias”, disse o prefeito Rafael Greca.

Até o fim do ano serão 33 Faróis do Saber e Inovação na cidade.

Acompanhado pelo vice-prefeito Eduardo Pimentel e a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, o prefeito falou sobre a importância dos equipamentos. “O conhecimento não está mais restrito aos livros, à internet, agora está também na cultura do faça você mesmo. As máquinas fabricam os objetos que a ideia da gente imagina”, disse Greca.

Criados na década de 1990, na primeira gestão de Greca como prefeito, os Faróis do Saber são bibliotecas com acesso gratuito à internet. A nova proposta está alinhada ao conceito do Vale do Pinhão – o ecossistema de inovação da cidade -  e torna esses espaços centros de pesquisa e produção, lugar de descoberta, exploração e encantamento.

Jogos das Virtudes

Os estudantes apresentaram uma coreografia de ginástica rítmica e um texto produzido sobre o escritor Castro Alves. Um grupo do 5º ano apresentou o Jogo das Virtudes, criado no espaço maker.

Com o auxílio da professora Valéria Souza Rocha, eles desenvolveram um jogo de percurso, interativo, para abordar as virtudes humanas como tolerância, respeito, justiça e liberdade. A inspiração foram os poemas e a vida de romancista Castro Alves, que lutou bela abolição dos escravos no Brasil.  

Usando programas como Stop Motion, pesquisando em livros e na internet o grupo criou protótipos de animais que foram impressos na impressora 3D para serem usados como peças dos tabuleiros. Produziram um desenho animado, um circuito elétrico e movimentos acionados por meio de código de barras (QR-code).

A estudante Maria Eduarda de Oliveira Nunes da Silva, de 9 anos, fez parte da equipe criadora do jogo. “Adorei as mudanças no Farol, que agora tem oficina para a gente expressar o que a gente sente. As ideias podem sair da cabeça e virar algo feito com papelão e outras peças”, disse Maria Eduarda.

Ao fim da apresentação, os estudantes foram convidados por Greca para uma sessão de exibição da animação no recém-inaugurado Cine Passeio.

A secretária Maria Sílvia anunciou outra novidade para a escola, a quadra coberta que há anos é reivindicada pela comunidade. "Já iniciamos o processo de licitação e em breve teremos outra comemoração na escola”, disse.

O diretor da escola Guilherme de Souza Nogueira e a vice-diretora, Adriana Toniolo Sandrini Salinet, aproveitaram o encontro entre comunidade e o prefeito para agradecer o apoio à escola.

Acompanharam a cerimônia de inauguração o administrador regional do Portão, Gerson Gunha, e os superintendentes da Secretária Municipal da Educação Elisângela Mantagute (Gestão Escolar), Oséias de Oliveira (Executivo).

Autor: SME | Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba.
00264609.jpg
Farol do Saber e Inovação Castro Alves.
1/8