Integrações no Pelanda

    Publicado por:  Josiane Gurak Lous

Toda terça-feira pela manhã e quinta-feira pela tarde é dia de integração. E as crianças, é claro, adoram!

As integrações permitem que as crianças tenham a oportunidade de brincar e interagir com os colegas da sua turma e com as da outra sala, sempre com materiais alternativos e brinquedos diversificados em espaços planejados e organizados previamente pelos professores.

Estes momentos oportunizados para as crianças se tornam únicos e ricos em aprendizagens.

A cada integração, um profissional fica responsável em registrar como foi o momento, com o objetivo de ampliar o olhar para os espaços e interações entre as crianças.

Confira como foi o registro da integração do dia 02 de maio, pelo olhar da diretora Josiane...

No dia 02 de maio, no período da manhã, a integração foi realizada nos solários.

Ao chegar e dar uma olhadinha em como estava à integração, me deparo e imediatamente me encanto com o Antony em seu comportamento leitor. Muito concentrado, folheava página por página de um livro com várias imagens de animais. Acho que ele queria conversar com esses animais para saber como é a vida na floresta.

Soffia se concentra em tudo o que faz! Nesta manhã, ficou tempo brincando no espaço da marcenaria, concentrada em analisar e encaixar vários parafusos no suporte. O martelo foi seu grande aliado.

Professora Regiane ficou responsável pelo balanço de tecido. Fiquei em dúvida se o Lucas estava gostando da experiência?! Mas...sua carinha já diz muita coisa...

Henrique ficou a maior parte do tempo no espaço da cozinha. A Professora Kelli me alerta que ele sempre brinca com frutas e verduras. E é verdade! Ficou o tempo todo com sua panela carregada de frutas e verduras.

E por falar em cozinha....Lucas Stigar veio até mim e me ofereceu um suco de batata. Claro que experimentei, pois estava com sede.

Maria Vitória me ofereceu um sorvete picante!

Adoro ir para a cozinha com as crianças, pois a variedade do cardápio é muito rica e inovadora!

Ainda neste faz de conta vejo algumas crianças se agitando e se reunindo perto do escorregador. Claro que não posso deixar de ver o que está acontecendo. As crianças avistaram uma mariposa. A professora Thais ajuda a pegar a mariposa e mostra para as crianças. Em seguida, devolve-a para a natureza e todos voltam a brincar alegremente.

“... Para seguir as crianças, e não simplesmente executar uma sequência didática ou roteiro curricular, é fundamental perceber o valor do que elas dizem e fazem, ao modo como brincam e se relacionam com seus pares, como olham o mundo.”

(Livro: Educação Infantil em Reggio Emilia – Reflexões para compor um diálogo – página 54)

Autor: Pedro Claiton Pelanda (Rio Negro II), CMEI | Fonte: Josiane Gurak Lous