Integração: brincar para aprender a conviver

    Publicado por:  Cybelle Andriolli Pereira Buhler

           A Integração é um momentos privilegiados do CMEI, onde a integração e o brincar favorecem a construção de diferentes saberes.

           Em nossa vida precisamos aprender a aprender, aprender a viver e aprender a conviver. Para a criança pequena o fato de precisar se relacionar é vital e no relacionamento as crianças aprendem, principalmente na brincadeira.

   Hoje vamos compartilhar uma relato de Robert Fulghum para falar sobre a Integração:

"Grande parte do que eu realmente preciso saber sobre a vida, o que fazer, como ser, eu aprendi no Centro de Educação Infantil. Não foi na universidade nem na pós-graduação que eu encontrei a verdadeira sabedoria, mas sim no recreio do jardim de infância.

Foi exatamente isto que aprendi: compartilhar tudo, brincar dentro das regras, não bater nos outros, colocar as coisas de volta no lugar onde as encontrei, limpar a própria sujeira, não pegar o que não era meu, pedir desculpas quando machucava alguém, lavar as mãos antes de comer, puxar a descarga do banheiro.

Também descobri que café com leite é gostoso, que uma vida equilibrada é saudável e que pensar um pouco, aprender um pouco, desenhar, pintar, dançar, planejar e trabalhar um pouco todos os dias, nos faz muito bem.

Tirar uma soneca todas as tardes, tomar muito cuidado com o trânsito, segurar as mãos de alguém e ficar juntos, são boas formas de enfrentar o mundo.

Prestar atenção em todas as maravilhas e lembrar da pequena semente que, um dia, plantamos em um copo de plástico. As raízes iam para baixo e as  folhas iam para cima mas ninguém realmente sabia nem porque. Mas nós somos  assim! Peixinhos dourados, hamsters e ratinhos brancos; e até mesmo a  pequena semente do copo de plástico, tudo morre um dia. E nós também.

Tudo que você realmente precisa saber esta aí. Faça aos outros aquilo que você gostaria que eles fizessem para você. Amor, higiene básica, ecologia  e política, contribuem para uma vida saudável.

Penso que tudo seria melhor se todos nós - o mundo inteiro - tomássemos café com leite todas as tardes e descansássemos um pouquinho abraçados a um travesseiro. Ou se tivéssemos uma política básica em nossa nação, e em todas as coisas também, para sempre colocarmos as coisas de volta ao lugar onde as encontramos, limpando nossa própria sujeira. E ainda é verdade que, seja qual for a idade, - o melhor é darmos as mãos e ficarmos juntos!"

   Assim a integração é alegria para as crianças , momento em que o papel do professor muda, pois são as crianças que escolhem e reconstroem seus saberes.O professor é o agente que instiga anima, auxilia, cria problematizações e ajuda as crianças que não sabem o que querem.

Texto pesquisado no site: http://www.magiadamatematica.com/uss/pedagogia/05-jardim.pdf às 16h30 de 15/08/2017 e adaptado por Cybelle Andriolli

Autor: Conselheiro Quielse C. da Silva, CMEI | Fonte: Cybelle Andriolli