Inaugurado o 14º Farol do Saber e Inovação de Curitiba na Regional CIC.

    Publicado por:  Ana Dariley Peters

Bosque do Futuro, brinquedos construídos com materiais de baixo custo, cartão com circuito elétrico, LED, leitor de imagem (QR Code) e animação. Esses são os primeiros resultados das oficinas do Farol do Saber e Inovação Vinicius de Moraes, inaugurado nesta terça-feira (9/4) na Vila Verde da CIC.

O Farol do Saber Vinicius de Moraes é o 14º da cidade e o segundo do bairro que passou por reformas e ganhou um espaço maker no mezanino, com impressora 3D. O primeiro da CIC foi o farol Fernando Amaro de Miranda.

“Ergue-se a Vila Verde dentro da ideia da inovação. Vem para cá o espaço maker, onde os piás e as meninas, os nossos curitibinhas, vão viver o futuro”, disse o prefeito Rafael Greca.

A nova unidade fica junto à Escola Municipal Professora América da Costa Sabóia e ao Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Pré-escola Vila Verde I. Estudantes da escola apresentaram músicas de Vinícius de Moraes, expuseram brinquedos criados com materiais alternativos e entregaram ao prefeito um cartão produzido em uma das oficinas.

Com circuito elétrico com LED e um leitor de imagem (QR Code) o cartão contém um vídeo com imagens de Greca durante uma visita à escola em 1993, na primeira gestão como prefeito da cidade.

Brinquedos alternativos

Estudantes da Unidade de Educação Integral I (UEI) apresentaram o resultado do projeto de criação de brinquedos alternativos. Usando materiais recicláveis, painéis fotovoltaicos para captação de energia solar, peças criadas na impressora 3D, eles construíram uma maquete do Bosque do Futuro, espaço ao lado da UEI que abriga árvores nativas.

O projeto integrou conceitos de tecnologia e literatura e foi inspirado no poeta Vinícius de Moraes e no artista carioca Ivan Cruz. “É um trabalho que nos enche de orgulho”, disse a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

O Farol do Saber Vinícius de Moraes foi inaugurado em 1995, na primeira gestão do prefeito Rafael Greca, para servir como biblioteca com acesso gratuito à internet. Agora, com o selo da inovação, está alinhado ao conceito do Vale do Pinhão – o ecossistema de inovação da cidade. O investimento na transformação foi de mais de R$ 100 mil.

Os recursos são provenientes do Programa Escola Bem Cuidada. A escola e o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Pré-Escola Vila Verde I, próximos ao Farol, também foram contemplados. Foram R$ 316 mil de investimentos aplicados em melhorias para as três unidades.

Ideias

“A tecnologia serve para fazer a gente aprender mais e ajudar a gente a melhorar a cidade”, disse o estudante João Scandolara, 10 anos, depois de apresentar ao prefeito um projeto para revitalização do boque vizinho à escola.

O colega de turma, Raphael Nagel, 10 anos, também acredita em soluções para um bairro melhor, a partir do que tem apreendido no farol. “Aprendi muito sobre robótica, mas também sobre prevenção do meio ambiente. Se todo mundo cuidar teremos um lindo boque na Vila Verde”, disse o estudante.

Participaram da cerimônia a diretora da escola, Simone Bueno da Maia; a professora de inovação do Farol, Elizangela Carvalho; e o superintendentes da Secretaria Municipal da Educação, Oséias Santos de Oliveira (Executivo) e Elisangela Mantagute (Gestão Educacional). Também compareceram o administrador da Regional CIC, Rafael Keiji Assahida, e os vereadores Pier Petruzziello e Toninho da Farmácia.

Autor: SME | Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba.
00264625.jpg
Farol do Saber e Inovação Vinícius de Moraes.
1/6