Gestão democrática: diretores e vices de escolas municipais de Curitiba debatem questões administrativas e pedagógicas

    Publicado por:  Maria Duarte

Avaliações, normativas, fluxos de trabalho, entre outros assuntos, foram os principais temas debatidos por mais de 370 diretores e vices de escolas municipais de Curitiba, que se reuniram nesta quinta-feira (14/3), no Salão de Atos do Parque Barigui, para o Seminário de Gestores.

“É muito importante que os gestores se mantenham em constante formação, debatendo as questões e desafios presentes no cotidiano da direção, “, disse a superintendente de Gestão Educacional, Andressa Pereira.

Também participaram o superintendente Executivo, Oséias Santos de Oliveira, e a professora Ana Maria Eyng (PUC-PR), como palestrante.

O seminário integra as ações formativas da Secretaria Municipal da Educação, que estão alinhadas ao compromisso com o zelo na educação dos 140 mil curitibinhas. As iniciativas envolvem também infraestrutura, inovação e materiais e ações pedagógicas.

Desde 2017, foram colocados em funcionamento 27 novos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), totalizando 232 em funcionamento, e outros seis devem ser entregues ainda este ano.

No caso de instituições de ensino privadas que atendem vagas da Prefeitura de Curitiba, o número de contratos com instituições privadas dobrou no mesmo período, com 159 Centros de Educação Infantil (CEIs) contratados este ano. Com isso, o número de crianças atendidas subiu de 45 mil para 55 mil.

Já o número de escolas em oferta do tempo integral subiu para 169 este ano. A expansão é feita de maneira gradativa desde 2017, quando a rede somava 86 unidades com integral, e depende da estrutura das unidades e da demanda da comunidade.

Atualmente são atendidos 55 mil estudantes em período integral, em turmas da educação infantil e do Ensino Fundamental. Há sete anos, eram 42 mil.

A meta é encerrar 2024 com todas as 186 escolas municipais com essa oferta em pelo menos parte das turmas ou nas Unidades de Educação Integral (UEIs) próximas. Somente no ano passado, foram entregues 3 UEIs, no Portão, Boa Vista e Tatuquara.

O integral permite que o estudante permaneça com até 9h de atividades na escola e garante acesso a atividades pedagógicas diferenciadas, como Práticas de Movimento, Ciência e Tecnologia, Matemática, Educação Ambiental, Língua Portuguesa, entre outras. Também recebem alimentação escolar adequada ao tempo maior em que permanecem na unidade educacional.

Além disso, são ofertadas atividades do Projeto Mãos na Massa, Curitibinhas Poliglotas, Leia+, entre outros.

Autor: SME | Fonte: SME
00466164.jpg
Evento foi no Parque Barigui. Fotos: Luiz Costa.
1/2