Faróis do Saber Machado de Assis e Tom Jobim são revitalizados

    Publicado por:  Paulo Henrique Machado
 
Os Faróis do Saber Machado de Assis e Tom Jobim estão sendo reformados pela Prefeitura de Curitiba e em breve serão abertos para as comunidades dos bairros Vista Alegre e Santa Quitéria.
 
As unidades funcionam como bibliotecas públicas descentralizadas, com espaço para inclusão digital, acesso gratuito à Internet e oferta de programação cultural gratuita e variada. A revitalização das unidades é parte de um pacote de obras da Secretaria Municipal da Educação que desde 2014 investiu aproximadamente R$ 900 mil em melhorias nos Faróis de Saber localizados em praças.
 
As melhorias incluem a revitalização das estruturas metálicas, substituição de rede elétrica e dos telhados, pintura interna e externa entre outras ações.
 
Os próximos a serem reformados serão os Faróis do Saber Emílio de Menezes (Bigorrilho), Gibran Khalil Gibran (Centro), Hideo Handa, na Praça do Japão (Água Verde) e Aparecido Quinaglia, em Santa Felicidade.
 
Já passaram por reformas os Faróis Antônio Machado (Barreirinha), Frei Miguel Bottacin (CIC), São Pedro e São Paulo (Umbará), das Cidades (Pilarzinho), Aristides Vinholes (Boqueirão) e a Casa Encantada, no Bosque Alemão (Vista Alegre).
 
Os Faróis do Saber são unidades integrantes da Rede Municipal de Bibliotecas Escolares, que é composta por 193 unidades. Juntas reúnem acervo superior a 900 mil livros.
 
"Esperamos que a população valorize e colabore com a manutenção destes espaços que além de serem cartões postais da nossa cidade, procurados por visitantes de diferentes locais do Brasil e do exterior, são também áreas para a busca e troca de conhecimentos", diz a secretária municipal da Educação, Roberlayne Borges Roballo.
 
Complementando as intervenções físicas dos faróis, foram feitos investimentos nos acervos e na formação dos agentes de leitura, além da reformulação nas programações. “Foram medidas adotadas para que as unidades fossem transformadas em espaços para o convívio das comunidades e para o exercício da cidadania a partir da cultura e do conhecimento”, diz o gerente de bibliotecas e Faróis do Saber, Paulo Henrique Machado.
 
 
Farol do Saber Machado de Assis
 
Nos Faróis do Saber além das atividades voltadas às práticas de leitura, são desenvolvidos projetos culturais e recreativos. No Farol do Saber Machado de Assis, por exemplo, as pessoas têm atividades como a hora do conto - que acontece semanalmente -, o projeto de inclusão digital para estudantes e idosos, xadrez e o projeto vestibular, que cria oportunidade para estudantes que passarão pela seleção do vestibular ter acesso a literatura específica.
 
Inaugurado em 1994, o Farol do Saber Machado de Assis tem acervo de 8,5 mil livros de literatura infanto-juvenil e adulto. A revitalização está chegando ao fim e deixará como novo o espaço, que ganhará novos pisos e vidros e nova porta de entrada. A cozinha e banheiros foram totalmente reformados, além da organização da rede elétrica interna, iluminação na torre, entre outros reparos realizados.
 
Neste momento, também estão sendo construídas três novas bibliotecas escolares que vão beneficiar estudantes e comunidades nas escolas municipais Leonor Castellano, Theodoro de Bona, e Desembargador Marçal Justen. Somados os investimentos, as obras têm um custo de R$ 1,3 milhão.
Autor: Bibliotecas e Faróis | Fonte: Claudia Muniz