Família Zingga no CMEI

    Publicado por:  Dayanne Fabrili Gomes de O. Adams Evangelista

No mês de maio e junho a turma do Pré IA conheceu um pouco da rica cultura africana contemplada nos planejamentos das professoras Claudiane, Geni e do professor Fernando. O planejamento contemplou o direito de conviver, ampliando o conhecimento de si e do outro e o respeito em relação à cultura e às diferenças.

Considerando que o CMEI atende a linda Clarisse Zingga, de descendência angolana, que num movimento de troca de saberes com sua família permitiu que ocorresse no CMEI este intercâmbiuo cultural, o CMEI pôde conhecer um pouco mais sobre esta rica cultura. Fato é que a família da Clarisse veio de Angola, contribuindo muito com o desenvolvimento do projeto: "África no CMEI".

Os professores repertoriaram as crianças com conteúdos da cultura africana: músicas, histórias, vestimentas, alimentos, arte, entre outros. Para enriquecer o projeto, a criança Clarisse Zingga trouxe de casa algumas roupas suas, originárias da Angola, bem como sua família mandou muitas fotos e contou um pouco sobre cada uma delas. Com estas vestimentas os professores organizaram um desfile com as crianças. As professoras ainda fizeram a receita de cocada africana, muito gostosa, contaram a história da Galinha de Angola e sobre o Baobá, árvore centenária enorme que abriga famílias interias na África. Ainda participaram de penteados africanos que as professoras fizeram nas meninas para o desfile.

Foi um projeto de grande intercâmbio cultural, que permitiu às crianças apreciar as belezas desta cultura.  O projeto encerrou-se com a participação em forma de exposição de trabalhos, na I  Mostra de Experiências e Vivências do CMEI Vila Osternack  2018, onde toda a comunidade escolar (professores, pais, crianças, vizinhos...) puderam conhecer um pouco mais desta cultura.

Autor: Vila Osternack, CMEI | Fonte: Geni Sales