Etapa Regional (seletiva) da OBR 2018 em Ponta Grossa

    Publicado por:  Aline Alvares Machado

A Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) é uma atividade teórica e prática promovida anualmente pelo Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq) e pelo Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT), que tem como tema gerador a robótica. Seu objetivo é atrair a atenção das crianças e jovens para a temática, fomentando a aprendizagem multidisciplinar.

Neste ano, todas as unidades que promovem o projeto de robótica se inscreveram para participar da OBR, tanto na modalidade teórica (prova escrita realizada nas unidades no dia 8 de junho), quanto na modalidade prática.

Na modalidade prática, os estudantes devem se preparar para um cenário assombroso: um grande incidente, onde várias pessoas foram vitimadas e algumas delas ainda estão vivas, entre os escombros - mas as condições são inóspitas para os seres humanos. Quem poderia ir resgatá-las?

Assim, na modalidade prática, os estudantes se dividem em equipes de até 4 integrantes que devem desenvolver um robô autônomo, capaz de seguir com precisão uma linha preta em uma arena de MDF branca, realizando curvas, desviando de objetos e passando por obstáculos, sem perder a direção. Esse robô também deve ser capaz de subir rampas e segurar e transportar certos objetos, que simulam as “vítimas”.

Durante os meses de junho e julho, os estudantes de 5 unidades se preparam para a etapa regional, que aconteceu em Ponta Grossa (PR), no último dia 04/08; ao todo, a Rede Municipal de Curitiba foi representada com 7 equipes de nível 2, categoria destinada aos estudantes a partir do 8º ano, até o ensino médio e técnico.

No sábado, 4 de agosto, competiram 29 equipes da regional, sendo ali classificadas 6 equipes para a etapa Estadual que será em Curitiba, dia 31 de agosto.

Durante o torneio, os estudantes não podem se comunicar com seus professores, e os professores não podem fazer nenhuma orientação, ou tocar no robô. Aquele momento é todo dos estudantes. Portanto, para além dos conceitos formais direta e indiretamente relacionados com a robótica, os estudantes tem um excelente momento de aprendizagem de autonomia, independência, protagonismo, liderança e espírito de equipe.

Aconteceram no Paraná mais 2 seletivas regionais, além de Ponta Grossa: uma aconteceu em Foz do Iguaçu, em 26 de junho; e outra aconteceu em Londrina, em 10 de agosto.

Ao final da etapa regional de Ponta Grossa, foram classificadas QUATROequipes da RME:

Conectados PI e Conectadas, da Escola Municipal Cel. Durival Britto e Silva (NRE Cajuru); e

Tera Maniacs Exa e Tera Maniacs Yotta, da Escola Municipal Profa. Maria Clara Brandão Tesserolli (NRE Pinheirinho).

A próxima etapa para as equipes de nível 2 classificadas de todo o estado acontecerão no dia 31 de agosto, em Curitiba. Nessa etapa, acontecerá a seleção das equipes que irão para a fase Nacional.

As equipes de nível 1, que podem ter alunos do 1º ao 8º ano do Ensino Fundamental, competem apenas nas etapas Estadual e, caso sejam classificadas, na Nacional. A etapa Estadual do Paraná para o nível 1 acontece em Curitiba, também, no dia 1º de setembro, sábado. Nesse nível, temos 21 equipes inscritas das unidades que desenvolvem o projeto, mais uma equipe independente do projeto, composta por estudantes da Escola Municipal Marumbi (NRE Cajuru), a qual está sendo orientada pela professora Anai Rodrigues, do Farol do Saber e Inovação daquela unidade.

Com o encerramento das regionais, foram classificadas duas equipes da RME:

Conectados PI, da Escola Municipal Cel. Durival Britto e Silva (NRE Cajuru); e

Tera Maniacs Exa, da Escola Municipal Profa. Maria Clara Brandão Tesserolli (NRE Pinheirinho).

VENHA CONHECER E TORCER COM A GENTE!

Convidamos todos e todas para prestigiarem esse excelente evento e o trabalho de nossas escolas da etapa Estadual da OBR em Curitiba, nos dias 31 de agosto e 1º de setembro (sexta-feira e sábado), das 8h às 18h, no Ginásio do Setor de Educação Profissional e Tecnológicas (SEPT) da UFPR (Rua Dr. Alcides Vieira Arcoverde, 1225 - Jardim das Américas, Curitiba, PR).

Autor: SME | Fonte: CTDI