Estudantes, crianças e profissionais da educação ocupam o MuMA

    Publicado por:  Claudia Pereira Muniz

Entre os dias 10 e 22 de setembro, a Secretaria Municipal da Educação e a Fundação Cultural de Curitiba (FCC) realizam a IV Bienal de Arte/Educação, resultado do trabalho em Arte/Educação, desenvolvido com as crianças e estudantes da rede municipal de ensino, além de profissionais da educação, em 53 unidades. A abertura será às 19h30, no Portal Cultura, Avenida República Argentina, 3430.

Com o tema “Arte e Vida: Fronteiras em Aberto” a programação reúne 72 propostas artísticas que serão realizadas simultaneamente no Portão Cultural e em 17 unidades educacionais participantes.

Agita Portão

Entre as exposições organizadas no Portão Cultural está a mostra “Mulheres que mudaram o mundo”. Foram realizados estudos sobre “Arte urbana” e “Igualdade de Gênero” com os alunos do 7º ano do CAIC Bairro Novo, que pesquisaram sobre mulheres que tiveram importância histórica no Brasil e no mundo, produzindo imagens em stêncil, técnica bastante usada nos meios urbanos como manifestação artística.

No palco do Auditório Antônio Carlos Kraide, estudantes da Escola Municipal Issa Nacli, do Uberaba, apresentam “O Dia em... muitas imagens”. Uma proposta que aborda temas como trabalho infantil, violência, o não acesso à educação e à cultura, entre outros assuntos que afetam os direitos fundamentais para o desenvolvimento da vida das crianças.

Através dos ritmos básicos de rock, hip hop, discoteca e samba, os estudantes da Escola Municipal CEI Érico Veríssimo, do Alto Boqueirão, destacam a música enquanto produto cultural e histórico acessível. Com materiais alternativos para a produção musical, como tambores feitos com baldes, baquetas de tampinhas de garrafas em pratos e latinhas de refrigerante e pedrinhas em ganzás a s crianças convidam toda plateia a se remexer muito durante o evento.

Arte e Educação

Na Rede Municipal de Ensino de Curitiba o ensino da arte tem recebido especial atenção por parte da Secretaria Municipal da Educação desde 1999, por meio de ações de ampliação cultural como as mostras, jornadas e seminários.

Autor: SME | Fonte: Cultura em Movimento