Escola de Educação Especial ganha colmeia com abelhas sem ferrão

    Publicado por:  Maria Duarte
00249914.jpg
Prefeito Rafael Greca participa do plantio de Árvores dentro do projeto 100 mil árvores e Inauguração do Jardins de Mel na Escola Municipal Helena W.
1/1

No Dia dos Professores, nesta terça-feira (15/10), a Escola Municipal de Educação Especial Helena Wladimirna Antipoff, no Boqueirão, ganhou uma colmeia do programa Jardins de Mel da Prefeitura. A inauguração foi feita pelo prefeito Rafael Greca ao lado das secretárias do Meio Ambiente, Marilza Dias, e da Educação, Maria Sílvia Bacila.

“Este é um ato que simboliza a homenagem da cidade de Curitiba à doçura de ensinar. É mel para o espírito de quem recebe o ensinamento dado com amor por professores dedicados”, disse o prefeito.

A caixa de abelhas jataí, nativas e sem ferrão, agora enfeita o jardim e auxilia na polinização e na Educação Ambiental dos 336 estudantes da escola. Outras 19 unidades educacionais de Curitiba vão receber os Jardins de Mel nos próximos meses.
Trata-se da ampliação do Projeto Jardins de Mel, destacou a secretária do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias.

“Já temos abelhas sem ferrão nos parques, praças e hortas urbanas”, lembrou. Já são 19 espaços com caixas do programa pela cidade.

Corredor de pólen

“O Jardins de Mel é um projeto para estabelecer corredores de pólen na cidade de Curitiba. As 20 escolas vão receber casinhas com abelhas nativas para que, ao longo do tempo, fique com mais frutas, com mais flores, com mais passarinhos, mais insetos, com maior vida”, destacou o prefeito Rafael Greca.

Na Escola Helena Wladimirna Antipoff que atende estudantes com deficiência intelectual até os 24 anos na Educação Infantil e Ensino Fundamental, a implantação da caixa com as abelhas já surtiu um efeito positivo. “Houve um envolvimento muito grande de professores, alunos, pais para preparar o espaço para receber o Jardim de Mel”, conta a diretora, Rosângela Maria Vieira Gutierrez. 

Os estudantes ajudaram no plantio da horta e das flores e se apropriaram do espaço, que foi revitalizado. Além disso, os estudantes aprenderam sobre a vida destes pequenos animais. 

“Elas não têm ferrão e cuidam na natureza”, contou Everton, 9 anos.

Jardins de Mel

O programa tem como objetivo aumentar a população de abelhas nativas na cidade, responsáveis pela polinização de 90% das plantas brasileiras.

As cinco espécies utilizadas nos Jardins de Mel são guaraipo, manduri, mandaçaia, jataí e mirim.

As abelhas ficam em caixas racionais de criação, colocadas dentro de um revestimento, visando uma maior proteção e bem-estar dos insetos. 

Desafio 100 mil árvores

Além da implantação do Jardim de Mel, foi feito o plantio de cinco árvores no pátio interno da escola, nesta terça-feira (15/10), e outras 17 serão plantadas no entorno, dentro do Desafio 100 mil árvores, lançado no final de setembro. 

O objetivo do Desafio é incentivar a população a arborizar a cidade e plantar 100 mil em um ano. As mudas serão doadas pela Prefeitura e pelo site 100milarvores.com.br é possível ter informações sobre cada espécie e ver qual é a mais adequada para cada região.

Presenças

Participaram do evento o secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Emilio Trautwein; o administrador da Regional Boqueirão, Ricardo Alexandre Dias, chefias de núcleo da Regional Boqueirão e a comunidade escolar.

Autor: SME | Fonte: SME