Dia de integração com as famílias, homenagens, experiências e muita reflexão.

    Publicado por:  Karin Cristina Coradin

As atividades iniciaram com um momento cultural destacando a obra do cartunista Bruno Bozzetto e logo em seguida o grupo de profissionais foi convidado a realizar experiências com o ar, fazendo relatos de suas hipóteses sobre as atividades propostas. Depois disso, o grupo passou a fazer reflexões sobre suas descobertas e sobre os resultados alcançados.

A diretora destacou a importância do trabalho com esta área de formação, bem como sobre a construção do novo projeto político-pedagógico da unidade, que vai avançar à medida que estudos como estes forem realizados e registrados.

A pedagoga salientou que o importante no trabalho com esta área é transformar a curiosidade natural da criança em novas descobertas, elaborando propostas lúdicas em que a criança experiencie e elabore suas próprias hipóteses, compartilhando ideias e soluções com seus colegas, com os adultos e com crianças mais experientes. Foi discutido também que não há necessidade de elaborar grandes experiências, mas que é necessário investir em propostas que abram espaço para os questionamentos, fugindo das atividades expositivas e investindo na pesquisa. Assim, provocamos a elaboração de boas perguntas, contribuindo para o desenvolvimento integral da criança.

Ao término da reunião pedagógica, os membros da equipe receberam um mimo: um mini bloco de anotações, com mensagens personalizadas.

Por volta das 10h15 tiveram início as apresentações das turmas sobre o seu trabalho, com homenagem às mães e a todas as famílias. Foram feitos vídeos mostrando fotos das atividades desenvolvidas até o momento e também músicas com o tema dia das mães, muito aplaudidos pela comunidade presente, que lotou o refeitório. A turma do pré fez uma apresentação ao vivo e em seguida foi passado um vídeo com a leitura da obra "Se as coisas fossem mães", de Sylvia Orthof.

A pequena Marjorie do maternal II e seus pais também marcaram o evento com uma bela homenagem. Com muita desenvoltura, Marjorie cantou um hino e seu pai cantou outro, emocionando a todos.

A manhã foi encerrada com uma confraternização, onde foram servidos os lanches trazidos pelas famílias.

Mais um evento que comprova a importância da participação da família na vida escolar da criança, que começa aqui mesmo no CMEI.

Autor: Karin Cristina | Fonte: CMEI Erondy Silvério