Dia da Consciência Negra

    Publicado por:  Juliana Cristina Api de Oliveira

O dia 20 de novembro marca a data da morte de Zumbi dos Palmares (1655-1695), um escravo que foi líder do Quilombo dos Palmares e que morreu defendendo sua comunidade. O local simbolizou a luta dos negros por seus direitos, contra a escravidão.

A Lei 12.519 de 2011 instituiu oficialmente o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra. No calendário escolar nacional, a data foi incluída em 2003. A origem do Dia da Consciência Negra está ligada aos esforços dos movimentos sociais para evidenciar as desigualdades históricas que marcaram as populações negra e parda no país.

Em nossa escola, esse tema está sendo trabalhado pela Professora Michele, nas aulas de Ensino Religioso, através do livro O Cabelo de Lelê escrito pela autora Valéria Belém. Com muitas ilustrações, O Cabelo de Lelê mostra as indagações de uma garota em relação a seu cabelo cheio de cachinhos e relata sua tristeza ao não saber lidar com eles. Cansada e sem saber o que fazer, Lelê encontra seus cabelos nos livros de história e gosta do que vê.

Acompanhe nas imagens o trabalho realizado.

Fontes:

https://novaescola.org.br/conteudo/13223/dia-da-consciencia-negra-zumbi-feriado-e-reflexao-nas-escolas

https://educacaoetransformacaooficial.blogspot.com/2018/11/leitura-e-interpretacao-o-cabelo-de-lele.html

 

 

Autor: Juliana Cristina Api de Oliveira | Fonte: E. M. Elevir Dionísio
00321589.jpg
Consciência Negra
1/9