Curitibinhas criam livro interativo no 12º Farol do Saber e Inovação de Curitiba!

    Publicado por:  Ana Dariley Peters

O número 1.438 da Rua Clávio Molinari, no Capão da Imbuia, agora é referência em possibilidades de transformar ideias em bons projetos. Este é o endereço do Farol do Saber e Inovação Pablo Neruda, o 12º Farol do Saber da cidade a ser transformado em oficina de tecnologia e espaço maker com impressora 3D à disposição de estudantes e a comunidade.

A entrega do novo espaço foi feita nesta quinta-feira (28/3) pelo prefeito Rafael Greca e pela secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, como parte das comemorações dos 326 anos de Curitiba.

“A cidade do passado já não é a mesma. Curitiba de 326 anos é muito melhor porque nela acendemos as luzes dos Faróis do Saber e Inovação”, disse o prefeito.

O Farol do Saber de Inovação Pablo Neruda fica junto à Escola Municipal CEI Eva da Silva, onde estudam 546 curitibinhas, em período integral.

“Ao inaugurar o espaço maker, que traz a ideia da robótica, da terceira dimensão para dentro desta unidade que inaugurei em 1994, vejo a importância da leitura. Meninos e meninas nos mostraram que esse poeta chileno (Pablo Neruda), que era capaz de ouvir a voz das estrelas, vive no espírito deste espaço e da escola”, disse Greca.

Livro Interativo

O Farol já está sendo aproveitado pelas turmas. Um grupo de estudantes do 4º e 5º anos criou o Livro Interativo – Tecnologia e Inovação no Farol: Amor por Curitiba. A obra, que relaciona versos do poeta Pablo Neruda a Curitiba, foi apresentada pelas crianças ao prefeito.

Eles pesquisaram vida e obra de Neruda, sobre pontos turísticos de Curitiba e os outros 11 Faróis do Saber e Inovação da cidade, apresentados em uma mapa interativo.

Nas páginas do livro impresso, criaram um código de identificação de imagem que ao ser acionado por um telefone celular faz a leitura de um vídeo com a apresentação do poema Peço Silêncio, de Neruda, declamado em espanhol pelos estudantes.   

“A gente quis contar como ama a nossa cidade e tudo o que a gente aprende na escola e no farol”, disse a estudante Polyana Rodrigues, 8 anos, do 3º ano. O colega Thales Lima, 8 anos, contou que ao participar do projeto fez importantes descobertas. “Aprendi muito sobre espaços da cidade, como o Jardim Botânico que é o parque que eu mais gosto, mas o que eu mais gostei foi de aprender a desenhar e criar lugares”, disse o estudante.

Novo modelo

Esse foi o segundo Farol do Saber e Inovação entregue à população neste mês de março, durante as comemorações do aniversário da cidade. No dia 12, os moradores do Pinheirinho festejaram a entrega do Farol do Saber e Inovação Tasso da Silveira, junto à Escola Municipal Maringá.

Em abril, outras três unidades serão inauguradas e mais 18 serão entregues até o fim do ano, além dos outros dez já inaugurados pela atual gestão, totalizando 33 unidades no novo modelo.

Os Faróis do Saber foram criados na década de 1990, na primeira gestão do prefeito Rafael Greca, para servirem como bibliotecas com acesso gratuito à internet. Agora, a proposta dos faróis da inovação está alinhada ao conceito do Vale do Pinhão – o ecossistema de inovação da cidade - e a tendências nacionais e internacionais em tecnologia educacional. Os faróis são utilizados por estudantes e também abertos à comunidade.

Autor: SME | Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba.
00264442.jpg
Farol do Saber e Inovação Pablo Neruda.
1/6