Curitibinhas aprendem geografia com recurso de interação virtual

    Publicado por:  Paulo Henrique Machado

Na Escola Municipal Professor Kó Yamawaki, no Bairro Alto, a tecnologia facilitou e acelerou o conhecimento geográfico dos estudantes da turma do 4º ano do Ensino Fundamental. É com a ponta dos dedos que os curitibinhas aprendem sobre cidades, países e continentes.

Depois de criar uma conta no Google Apps for Education, a professora Andressa Cavalcanti Andersen realizou pesquisas, mapeou viagens históricas e fez uma apresentação em sala de aula. Desde então, ler os conteúdos no livro ou falar sobre países e continentes não tem sido mais suficiente para ilustrar o assunto aos 25 estudantes da turma.

Tudo começou quando a professora percebeu a dificuldade dos estudantes para entender os conceitos das coordenadas geográficas latitude (linhas horizontais no globo terrestre) e longitude (linhas verticais).

Só a explanação oral e literária não esclareceu o assunto totalmente. Ela, então, utilizou um globo para exemplificar, o que ajudou, mas ainda faltava aumentar o tamanho das imagens para que sua turma pudesse ver detalhes dos países, o que só foi possível com as novas tecnologias. 

Aprendizagem em terceira dimensão
Sabendo da afinidade do grupo por recursos eletrônicos como computadores, tablets e celulares, a professora então abriu o Google Maps e o Google Street. “Eles rapidamente começaram a ver os locais e, com a opção de navegação em larga escola, conheceram cidades, países e continentes, compreendendo melhor os conceitos de longitude e latitude”, contou Andressa.

“Eles conseguiram encontrar fotos enviadas por pessoas de todo o mundo associadas a cada local. Isso tornou a explicação mais concreta para a turma”, disse a professora.

Os estudantes também utilizaram o Google Street e aprofundaram conhecimentos sobre a América do Sul, a região Sul do Brasil, o Estado do Paraná, a cidade de Curitiba, chegando ao Bairro Alto e ao endereço da escola.

“Fiquei encantada quando vi a foto da fachada da escola. Pude observar as ruas que formam o quarteirão, o comércios da região e até o rio”, relatou a estudante Isabela Bolanho Bueno, de 9 anos.

Parceria
Há dois anos a Secretaria Municipal da Educação mantém parceria com a empresa de tecnologia Google, que permite o uso do Google for Education para ampliar os horizontes educacionais nas unidades de rede municipal de ensino.

As escolas podem usar ferramentas de pesquisa, fazer trabalhos online, salvar arquivos na nuvem e trabalhar online, de forma simultânea e colaborativa. As provas e tarefas podem também serem aplicadas no ambiente virtual, sem necessidade de papel.
 

Autor: Secretaria Municipal da Educação | Fonte: Secretaria Municipal da Educação
00224367.jpg
Curitibinhas aprendem geografia com recurso de interação virtual
1/4