Congresso Internacional das Cidades Educadoras reuniu 17 mil pessoas em Curitiba

    Publicado por:  Maria Duarte

Com público de 17 mil pessoas de 12 países, Curitiba encerrou, nesta sexta-feira (24/5), a 17ª edição do Congresso Internacional das Cidades Educadoras. O evento, que pela primeira vez teve a capital do Paraná como anfitriã, é realizado a cada dois anos pela Associação Internacional das Cidades Educadoras em conjunto com o município sede.

Participaram ao todo 136 cidades dos 12 países inscritos entre eles Portugal, Finlândia, Espanha, Coreia do Sul, Bélgica, Letônia, Porto Rico, México e Polônia. De Curitiba, visitaram a Expo professores, diretores, pedagogos, inspetores, servidores da área administrativa, especialistas, parceiros de instituições ligadas à educação e universidades, além da comunidade.

“Foi uma honra receber tantas delegações estrangeiras e termos a oportunidade de mostrar o que faz nossa Curitiba inteligente, educadora e resiliente”, disse o prefeito Rafael Greca.

A realização foi da Associação Internacional das Cidades Educadoras e Prefeitura de Curitiba, com patrocínio da Aprende Brasil, Arlequim e Compass, e apoio do Museu Oscar Niemeyer (MON), Sanepar e Curitiba Convention e Visitors Bureau.

A próxima cidade a receber o congresso será Granollers, em Barcelona, na Espanha. O anterior, em 2022, foi realizado em Andong (Coreia do Sul), com a participação de uma delegação curitibana.

Dentro da programação do congresso foi realizada também a Expo Educação, a feira interativa de formação profissional organizada anualmente pela Secretaria Municipal de Educação.

“Não apenas as iniciativas da Educação tiveram destaque, mas também ações de todas as áreas da administração pública, pois o conceito de cidade educadora envolve todos”, destacou a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

O prefeito de Katowice (Polônia), Marcin Krupa, ficou admirado com as belezas de Curitiba e com a valorização que a cidade concede aos descendentes de poloneses, como o Bosque do Papa. "Fiquei admirado ao saber que aqui vivem mais de 400 mil pessoas ligadas a nosso país", comentou Krupa.

Visitas de estudo

Além das palestras, debates e workshops, os visitantes participaram de visitas de estudo nos Faróis do Saber e InovaçãoMemorial ParanistaFazenda Urbana, Passeio Público, Centro Histórico, entre outros locais que possibilitam o conhecimento de iniciativas locais que refletem princípios da Carta das Cidades Educadoras e os eixos do congresso, que foram sustentabilidade, inovação e inclusão.

Autor: SME | Fonte: SME
00482799.jpg
Comitivas internacionais do Congresso Internacional das Cidades Educadoras revelam o que lhes chamou atenção na cidade. Curitiba, 22/05/2024. Foto: Jo
1/1