Como você se vê daqui há dez anos?

    Publicado por:  Patricia da Rosa Molina Treufeldt

Como você se vê daqui há 10 anos?
Essa foi a proposta feita pela professora de Língua Portuguesa, Márcia Hilberath para os estudantes dos 8ºs anos D, E e F após os estudantes terem lido o texto Porta de Colégio do escritor mineiro Affonso Romano de Sant' Anna, no livro didático dos 8ºs anos.
Reproduzimos na íntegra o texto da estudante Vitória Amanda Rodrigues dos Santos do 8AF, que adora escrever e está se preparando para o ENEM.

“Como posso me ver daqui há 10 anos, se não me imagino nem como meu dia vai ser amanhã, mas me vejo bem sucedida, andando na beira do mar, bebendo um vinho, meus filhos brincando na areia, com meu marido do lado me fazendo morrer de rir tentando cantar Caetano Veloso completamente desafinado, mas quem dera a vida fosse do jeito que imaginamos.
Ser psicóloga é o que penso agora, mas já mudei de idéia milhares e milhares de vezes ,como ser advogada, professora de Química básica ou de História, policial federal e até jogadora de futebol. Isso tudo já mudou e sei que vai mudar daqui há 1 mês ou 1 ano, sei também que quando eu realmente tiver de falar o que quero de verdade pra minha vida profissional não saberei responder. 
Renato Russo dizia “ temos todo tempo do mundo”, porém não penso em muito dinheiro, acho que isso cega as pessoas. Nunca vi como um inútil papel pode dar valor ás coisas, poderíamos viver como os índios só com a riqueza da natureza, porém vivemos em uma geração que prefere andar nas ruas com caras fechadas mostrando que são bravos do que mostrando um sorriso no rosto e dando um lindo bom dia, compartilhando sua alegria e sua paz. Tempos desprezíveis ou sociedade mal evoluída, onde demonstrar sentimentos é burrice e ser grosso e seco começa a ser normal.
Quero sim conforto, mas quero ensinar aos meus filhos que chegar até ali foi difícil e nada veio de herança ou da mega sena, mas seja lá como for, daqui há 10 anos espero que ainda Deus esteja comigo me abençoando e me dando saúde. 
Mas pensando bem, acho que ser escritora seria uma boa idéia!”

Parabéns Vitória Amanda e professora Márcia! 

Se você gostou desta notícia ou de outra postada aqui na Página do CAIC Bairro Novo é só clicar no ícone na rede social que você utiliza ao final da postagem para compartilhá-la. A educação pública  de qualidade agradece! E esperamos a visita de todos vocês na nossa Fanpage. Use sempre as hashtags  #caicbn #paginadocaic #educomunicação.

 

Autor: Patricia Molina Treufeldt | Fonte: Márcia Hilberath
00149077.jpg
texto
1/1