CMEI BOA VISTA CONTRA A DENGUE

    Publicado por:  Leisirre Aparecida Beliziani
  • Transmitir informações quanto as doenças causadas pelo Aedes Aegypti , como ele se desenvolve e cuidados que devemos ter.
  • Incentivar as crianças e comunidade a cuidar dos espaços de suas residências e entorno, minimizando os possíveis focos de criadouro do mosquito.
  • Diminuir a quantidade de lixo depositado nos terrenos baldios e praças do bairro, reconhecendo como os hábitos de higiene ajudam a manter a saúde e prevenir doenças.
  • Possibilitar ações com as crianças, profissionais e comunidade, conscientizando-as do nosso papel como agentes de transformação.
  • Produzir com as crianças materiais informativos que serão distribuídos por elas para a comunidade.

AÇÕES DESENVOLVIDAS:

Primeiramente foi utilizado um vídeo para sensibilizar as crianças sobre a temática em questão, o vídeo com desenhos animados proporciona uma interação através da ludicidade a tecnologia auxiliando na educação, após o vídeo as professoras fizeram uma roda de conversa e registraram em papel bobina os saberes das crianças sobre a “Dengue”, “Zika” e outras doenças que são transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, a importância do uso do repelente, com o apoio de matérias como folders, cartazes, informativos, reportagens, etc.  A próxima etapa foi a confecção de materiais que seriam utilizados na passeata  e também entregues à comunidade e modelagem do mosquito para exposição as famílias.

Para motivá-los trouxemos um personagem “Duende” que contou uma história que todos na floresta estavam muito preocupados com este mosquito e as doenças que ele pode transmitir, pediu a ajuda das crianças para elas saírem a rua conversando e entregando para a comunidade os materiais. A passeata foi realizada na sexta-feira dia 26/02, fomos até a Unidade de Saúde Vila Esperança e conversamos com todos que lá estavam aguardando suas consultas. Foi um sucesso. Outra ação desenvolvida foi uma apresentação teatral feita pelas professoras para reforçar todos os conhecimentos já abordados. Estabelecemos professoras monitoras que estão fazendo rodízio,  uma vez por semana irão verificar os possíveis focos dentro do Cmei para eliminá-los.

Também foram utilizados os tabletes onde as crianças puderam expressar sua criatividade no registro gráfico do mosquito “Aedes Aegypti”.

A próxima etapa será realizada com as famílias, a apresentação do teatro pelos profissionais com o objetivo de sensibilizá-las a cuidar de suas residências , espaços do bairro em que residem, diminuindo e eliminando os focos de proliferação do mosquito. Também serão escolhidas crianças para serem monitoras de seus familiares e vizinhos, caracterizadas com um avental próprio fazendo abordagem oral para que todos juntos combatam os possíveis focos recolhendo lixos e entuhos.

Autor: Boa Vista, CMEI | Fonte: CMEI BOA VISTA
00111495.jpg
dengue
1/3