Cidadania e Justiça também se aprende na escola.

    Publicado por:  Viviani de Fatima Glok

              Com o programa “Cidadania e Justiça também se aprende na escola”, alunos dos 5º anos A, B e C, começaram a ter aulas direcionadas sobre o funcionamento do Poder Judiciário.

             As professoras Adriana Mendes e Marisete M. L. Bortolan, com o material de apoio “Cartilha da Justiça - Brasilzinho”, obra literária de Eva Furnai – Rumboldo e outros meios pedagógicos,   promoveram debates, atividades, rodas de conversa para conscientizar a todos sobre os direitos, deveres e a forma de exercê-los, conhecendo assim a estrutura e o funcionamento do Poder Judiciário.

          O programa começou no ano de 1993, com o Programa ?Cidadania e Justiça também se aprendem na Escola' por iniciativa da Associação dos Magistrados Brasileiros – AMB. O intuito era de levar esclarecimentos à população, a partir das crianças, sobre questões de cidadania e Justiça e conta com diversas etapas de desenvolvimento do trabalho.

        Na quarta -feira(17/05/18) os alunos receberam a visita do juiz, advogado, promotor e defensor público que são parceiros do programa. Os alunos foram preparados para uma breve palestra e para o momento de entrevista, onde exerceram seus papeis de cidadãos ao realizar perguntas sobre responsabilidade, leis e procedimentos judiciários.

                Assim, explicaram o seu papel na sociedade, esclareceram questões sobre de cidadania e Justiça, orientando-os  na  busca de serviços judiciais.

             O aluno Guilherme G. Almeida  do 5º B ressalta que aprendeu bastante com eles sobre a justiça e as leis. Já o aluno Henrique G. Almeida disse “É algo inédito, tinha muitas crianças e foi muito legal aprender sobre nossos direitos e deveres”.

             “Aprendi muitas coisas sobre as leis e sobre os três poderes”, disse Nataly M. Siqueira do 5º A e João Victor Gonçalves do 5º A, reforça que “Aprendemos sobre os direitos dos cidadãos e que os juízes ajudam a proteger e julgar de forma justa o que acontece com o cidadão”.

           Em sala de aula, ainda há muito trabalho, pois os alunos ainda contam com um aula de campo a guarda - municipal, visita ao Tribunal de Justiça do Paraná, ao Juizados Especiais do bairro Sítio Cercado e ao batalhão de polícia. Além de entrevistas,  confecção de painéis com cartazes explicativos e outras atividades que envolvem a cidadania e a justiça, inclusive um teatro a ser elaborado e apresentado por nossos atores mirins do 5º ano e um concurso de texto, culminando com uma exposição dos trabalhos no pátio da escola.

Autor: Viviani de Fátima Glok | Fonte: Profª Marisete e profª Adriana M.
00173691.jpg
Programa da Associação dos Magistrados Brasileiros ? AMB
1/3