Bienal de Arte/Educação 2019

    Publicado por:  Caroline Kupczki Krezko

Bienal de Arte/Educação 2019

A turma do Maternal ll foi escolhida para participar da Bienal após as professoras enviarem o projeto “Crianças Pesquisadoras”, abaixo tem um pouquinho da fala das professoras da turma falando sobre o projeto e o protagonismo das crianças nesse processo.

 

“Crianças pesquisadoras” surgiu como tema à partir da vivência e exploração das crianças do maternal ll, desde o início do ano nossos pequenos estavam rodeados de elementos da natureza, e a partir desses elementos percebemos a grandeza desse conhecimento que as crianças aos poucos iam questionando e buscando soluções. Nossos pequenos grandes artistas são protagonistas dessa exposição no MUMA, onde o elemento natural que entra em destaque é a argila, e outros suportes para a exploração desse material como: espelhos, madeira, gravetos, pedras, folhas, água e outros elementos que as crianças vão buscando no nosso entorno. Como mediadora da aprendizagem na infância, estou orgulhosa das crianças do maternal ll, que nos permitiram levar até a Bienal de Arte/Educação suas aprendizagens por meio do brincar, do explorar, do conhecer-se, do conviver, do participar e do expressar.

Arte é vida, arte é educação!

Professora Caroline K. Krezko

 

Como foi minha experiência com a turma

No começo do ano, preparamos a sala com o olhar voltado para nossas crianças,  para que pudessem ter liberdade de explorar e criar. Elas se sentiram acolhidas e com isso foram ao longo do semestre se desenvolvendo e criando oportunidades únicas de brincar com os diversos materiais disponibilizados. 

 Foi um processo longo, pois fomos inserindo novos materiais aos poucos,  e assim elas foram assimilando esses novos "suportes" do brincar.

  Foi e tem sido, um processo maravilhoso, pois construímos para nossas crianças  uma aprendizagem exploratória, criativa e dinâmica. 

Professora Luana Orsida

 

Realizamos o projeto Crianças Pesquisadoras, com o propósito de proporciona-las uma exploração envolvendo a arte com elementos da natureza, galhos, folhas, pedras, pinhas, gravetos, argila entre outros elementos. Conforme imaginamos, as crianças amaram a experiência, e como não poderia ser diferente eu também. Para mim essa experiência, esse projeto foi encantador. O que mais me chamou a atenção foi a maneira com que as crianças adotaram a ideia, a cada nova atividade era uma nova descoberta, um novo desafio, um novo brilho no olhar. A criatividade delas foi fantástica, na atividade com as argilas, por exemplo, onde as crianças tiveram que criar suas próprias esculturas foi uma verdadeira obra de arte, fiquei encantada com facilidade em que elas criaram, com a vontade que fizeram. Acredito que foi uma descoberta maravilhosa para elas poder moldar e criar com a argila.

Este projeto veio acrescentar de maneira considerável, no sentido de poder olhar os elementos da natureza com outros olhos, poder acompanhar a maneira com que as crianças exploraram todos esses elementos, a maneira com que elas olharam e admiraram todo esse contexto ficou muito marcado em mim.

Não posso deixar de mencionar a arte. Arte é algo que nos deixa livre, livre para criar, para pensar, para expor da maneira que acharmos melhor. Foi isso que esse projeto alcançou as crianças pesquisadoras, utilizando a arte e elementos da natureza no seu cotidiano.

Acredito que o olhar das crianças não foi muito longe do meu, pois era nítido no olhar delas que estavam amando criar e fazer novas descobertas. Essa conexão com elas é o que mais me motiva todos os dias para dar significado e prazer na arte de educar. Deixo aqui meu muito obrigada as minhas companheiras de turma e para cada criança que fez parte desse projeto, pois sem elas nada disso seria possível, elas são a essência de tudo. Gratidão!

Professora Luciana R. Mazetto

Autor: Dr. Eraldo Kuster, CMEI | Fonte: Caroline Krezko, Luana Orsida, Luciana Mazetto
00240471.jpg
bienal
1/137