Assinatura da Ordem de Serviço para construção da Biblioteca EM Theodoro de Bona

    Publicado por:  Paulo Henrique Machado
A "paredoteca", como é chamado o espaço onde está organizado o acervo de 2,4 mil livros da Escola Municipal Theodoro de Bona, no Atuba, está com os dias contados. Com a construção de uma biblioteca na escola, em breve a estante voltará a ser apenas um mobiliário na sala dos professores. A ordem de serviço para o início da obra foi assinada na manhã desta sexta-feira (8) pelo prefeito Gustavo Fruet, que foi recepcionado com festa pelos estudantes e profissionais da escola. O investimento na obra de 170 metros quadrados será de R$ 477.055,66 e incluirá também a cobertura do pátio e obras de acessibilidade com rampas de acesso.
 
O prazo previsto para conclusão das obras é de sete meses, tempo que será aguardado com ansiedade pelos 365 estudantes da escola, a maioria formada por bons leitores.
 
“Ao longo dos dois últimos dois anos temos corrigido distorções e garantido a manutenção dos espaços educativos. A construção de bibliotecas e quadras cobertas nas escolas onde há espaço está entre essas medidas”, disso Fruet.
 
Esta será a sexta escola a ganhar biblioteca nesta gestão da Prefeitura. Estão em obras as novas bibliotecas das escolas municipais Leonor Castellano, no Boqueirão, e Desembargador Marçal Justen, no Água Verde. Já foram entregues as novas bibliotecas das Escolas Municipais Pilarzinho (Boa Vista), Nansyr Cecato Cavichiolo. (Portão), Hamiltoin Calderari (CIC) e Unidade de Educação Integral Vila Torres (Matriz). Também foram criadas as Gibitecas Alceu Chichorro, no bairro CIC e Jardim Pinheiros, em Santa Felicidade.
 
“Mesmo com restrições financeiras, comuns a todos os municípios e estados, e diante de todas as demandas assumidas no início desta gestão, temos promovido importantes avanços. Isso porque o nosso olhar não é para o passado e sim para o futuro, na busca de soluções para os desafios”, disse Fruet.
 
Com o espaço adequado ao incentivo da leitura, os projetos desenvolvidos na escola deverão ser ampliados. “O rodízio dos livros entre os estudantes é alto e eles adoram ler. Com a nova biblioteca, o interesse deve aumentar, pois poderemos fazer um trabalho ainda melhor”, disse a diretora da escola, Dalva Escandolheri Alves.
 
Entre as atividades desenvolvidas a contação e histórias nas salas, o empréstimo semanal de livros e o reconto feito pelos estudantes das histórias lidas. Um trabalho que será ainda mais expressivo a partir da nova biblioteca. “Formar leitores é um dos desafios desta escola”, conta a agente administrativa Marlerne de Jesus dos Santos, a responsável pela organização da estanteoteca.
 
A secretária municipal da Educação, Roberlayne Borges Roballo, cumprimentou os profissionais da unidade escolar pela qualidade do trabalho pedagógico desenvolvido com as turmas, com prioridade às ações de leitura e escrita. “Uma das diretrizes assumidas neste ano na rede municipal de ensino é para que todas as escolas, todos os profissionais do ensino, desenvolvam ao menos uma atividade de literatura por dia”, disse Roberlayne.
 
Mesmo antes de o primeiro tijolo ser levantado, a biblioteca já ganhou um nome. Foi escolhido pelos estudantes e se chamará Biblioteca Municipal Professora Solange Domiciano de Souza, em homenagem a uma professora alfabetizadora que por 13 anos dedicou-se à escola e adorava literatura infantil. “Vamos ter um espaço maior e muito mais livros e isso é legal”, disse o estudante Kauã Rodrigues Ziojo, um dos mais dedicados leitores da escola.
 
Durante a festa organizada pelos estudantes, a professora Márcia Sá ficou fantasiada de bruxa Memeca para contar a história da transformação da estanteoteca em biblioteca. Os estudantes colaboraram ilustrando com desenhos e textos o que o novo espaço representará na escola e na comunidade.
 
Os alunos do 5º ano aproveitaram o encontro com o prefeito para entregar cartas agradecendo o empenho da administração em tornar a antiga reivindicação da escola em obra. Também solicitaram a construção de uma quadra coberta e tiveram como resposta do prefeito que o projeto de engenharia já está em processo de contratação e de que a administração trabalhará no orçamento para garantir a que quadra seja licitada em 2016, com o início da obra no mesmo ano.
Autor: Bibliotecas e Faróis | Fonte: Cristiane Guancino
00075535.jpg
Escola Municipal Theodoro de Bona
1/5