AS SOLICITAÇÕES DAS CRIANÇAS SÃO PALAVRAS DE ORDEM!

    Publicado por:  Caroline Kupczki Krezko

O Pré1A estava com um grande problema. O tatame da sala não comportava as crianças e as professoras nos momentos em que juntava toda a turma para a roda de leitura e de conversa.  Nesses momentos vinham as reclamações das crianças: ai está muito apertado, não cabe todo mundo no tatame, não cabe as professoras, esse tatame é pequeno... A situação se transformara em um melô. Cada vez que eu passava por perto nos momentos de roda, as crianças diziam: Ivete você precisa comprar um tatame maior para nossa sala, precisamos de tapetes novos, não está cabendo todo mundo.   Diante de argumentos tão convincentes e tamanho protagonismo das crianças, que envolveram até as famílias na campanha para comprar tatames novos, o Conselho do CMEI aprovou a compra dos tatames. Os tatames foram comprados e então em uma manhã no momento em que as crianças estavam sentadas no tatame, numa roda de conversa a pedagoga e eu chegamos interrompendo tudo com os tatames novos. E foi aquela e aquela “desordem”, no bom sentido é claro. As crianças coautoras de tudo que estava acontecendo e responsáveis pela compra dos tatames foram nos ajudando a retirar os tatames velhos e organizar os novos. Após esse momento a “ordem” foi voltando e para alegria das crianças coube no tatame, todas as crianças, as professoras e até a pedagoga e eu.   No final da tarde quando as famílias vieram buscar as crianças a primeira coisa que contaram foi sobre os tatames novos. E muito embora as crianças sentiram-se e participaram com sujeitos dessa história, eu que levei a fama maior, varias famílias vieram me falar que seus filhos haviam relatado que eu era bem boazinha, pois comprara tatames novos para a sala delas. As crianças não precisam de grandes acontecimentos, elas precisam serem ouvidas e respeitadas; elas precisam de protagonismo!   

Autor: Dr. Eraldo Kuster, CMEI | Fonte: Ivete Bussolo
00152456.jpg
Tatames
1/23