AS IDAS E VINDAS AO CMEI

    Publicado por:  Caroline Kupczki Krezko

Olha quem veio buscar o Gustavo no CMEI!
O CMEI Dr. Eraldo Kuster está localizado em Curitiba, na zona urbana da Capital Paranaense.
Nesse caso, os meios de transportes comuns utilizados pelas crianças nas suas idas e vindas ao CMEI; que já presenciamos foram: no colo (que gostoso), no carrinho, bicicleta, carro, condução escolar, caminhão, moto (mas não pode), a pé. Até aí tudo normal e que tal, montado em um cavalinho?
Sim na semana passada o Gustavo, que ainda está em adaptação foi buscado no CMEI pelo irmão, sua Avó e com eles um cavalinho, o Gigante. Foi o nome que ele deu ao seu companheiro de cavalgadas e brincadeiras. Não sei se é um pônei, ou como disse meu sobrinho Mathias, um cavalo ainda criança. Quanto as características do cavalo, eu nada. Agora o que sei, é que foram marcante, os momentos vivenciados pelas crianças e especialmente para o Gustavo ao ver quem tinha vindo busca-lo!
É claro, os seus colegas de sala e de outras saíram para ver.
Para algumas crianças a imagem foi tão incomum que nem ousaram ficar por perto; em compensação outras, após ver o amigo Gustavo montar, quiseram também montar um pouquinho, ou pelo menos ver de perto o cavalinho tão lindo.
Após a euforia das crianças, das professoras e da gestora, o Gustavo foi para casa segurando-se na crina e montado no pêlo de seu cavalo, a vista dos colegas, como um verdadeiro cavaleiro.
Como mensurar o significado, ao Gustavo desta vivência. Ele em período de adaptação, já se afirmou socialmente! Depois, as professoras e colegas já sabiam que o Gustavo tinha o Gigante e outros cavalos.
Quanto aos colegas que nunca tinham visto um pônei (um cavalo) de perto, ou para aqueles que já tinham visto na chácara dos avós, parentes renderam muitas histórias e vivências inesquecíveis.
A cultura da criança haverá de ser sempre o ponto de partida, de meio, de chegada; ah não, não existe ponto de chegada, não a fim no processo de desenvolvimento, vivências e experiências às nossas amadas crianças.
Como não se encantar com tanto encantamento que as crianças nos proporcionam...

 

Autor: Dr. Eraldo Kuster, CMEI | Fonte: Ivete Bussolo
00165633.jpg
idas e vindas ao cmei
1/34