Aprendizagens significativas do maternal l

    Publicado por:  Caroline Kupczki Krezko

A PLANTAÇÃO DE SEMENTES DE GIRASSOL E DÁLIDAS DO MATERNAL I E SUAS APRENDIZAGENS SIGNIFICATIVAS...

Muitas vezes subestimamos a capacidade de compreensão e envolvimento das crianças bem pequenas. O Maternal I foi apaixonante em suas vivencias e experiências.

As professoras da turminha do maternal levaram muito a sério o compromisso com a sustentabilidade. Desde o inicio do ano, a partir da observação dos interesses, curiosidades das crianças; ainda sabedoras do desenvolvimento infantil, tendo consciência de que a criança está integrada perfeitamente ao ambiente natural e, comprometidas com os Objetivos dos ODS, foram construindo com as crianças aprendizagens significativas.

Entre as tantas vivencias e experiências as crianças saíram acompanhadas das professora e a equipe pedagógica administrativa ao entorno da unidade, realizando observações, munidas de sacolas ajuntaram lixos que estavam jogadas ao chão, observaram o ambiente, as plantas, o riozinho que passa nos fundo do CMEI, a misteriosa mata.

A partir de suas vivencias das crianças, as professoras trouxeram sementes para plantar com as crianças. As professoras prepararam um pneu de trator, bem grande e junto com as crianças colocaram terra adubada; na sequencias as crianças plantaram flores, bem no comecinho da primavera.

Tenho que dizer, quando vi as professoras e as crianças colocando as sementes embaixo da terra, fiquei bem preocupada.  Eu nada entendedora de plantação, achei que iria demorar muito tempo para essas sementes germinarem, podendo gerar frustrações as crianças e que não teriam paciência de esperar.

Não sei o que mais me surpreendeu, se foram as crianças mediadas pelas professoras e famílias aguando, acompanhado, cada etapa do processo. Elas observavam todos os dias até a planta germinar, ou se foi a rapidez dessa germinação e desenvolvimento das plantas. Em poucos dias já foi aparecendo o broto das plantas, que as crianças foi uma festa, quando viram a plantinha nascendo. Algumas crianças não adiantava a família ter pressa, elas não se iam para sala, no período da manhã, ou para casa, no período da tarde sem passar pelo jardim e observar a plantação, ou com a sua garrafinha de água, molhar as plantinhas. Sim, elas usam garrafinhas, porque os copos descartáveis, elas já sabem que ficam muito tempo debaixo da terra.  Algumas crianças iam acompanhadas pelas professoras no final do dia, outras pela família. Essa observação acontecia no inicio e final da manhã. O Lucas Emanuel, jamais ia direto para sala quando chegava pela manhã tinha que primeiro observar o jardim, a mãe paciente já sabia, então já sai um pouco mais cedo de casa; e quando ele percebia uma mudança nesse jardim, apontava e contava admirando para mãe o novo broto, o crescimento das plantinhas e quando apareceu as primeiras flores, ele não se continha de emoção e já chegava na sala contando aos colegas, as professoras o que havia observado. Depois as professoras vinham com a turma para acompanhar o desenvolvimento. Em menos de 2 meses já havia nascido, girassóis e dálias.

 O jardim está simplesmente encantador, por tamanha beleza, não só as flores dos pneus. As outras turmas também realizaram belas plantações no Nosso Jardim de Mel. É, temos as abelhas mirins, que vão e voltam o tempo todo, tanto entrando na caixa de abelhas, assim como, outras espécies que voam por ai.

Vamos para as férias, as crianças e nós, com dó em deixar este jardim tão lindo sozinho.

Vamos aguar nesse período e no ano próximo ano, quando voltarmos o jardim haverá de estar lindo, esperando as conversas, os risos e os corre, corres das crianças e suas contribuições nas observações e nos cuidados, do nosso belo jardim de mel.

Autor: Dr. Eraldo Kuster, CMEI | Fonte: Ivete Bussolo
00262619.jpg
Girasol do maternal l
1/15