Alimentação no CMEI

    Publicado por:  Cintia Coraiola

Que toda comidinha servida no berçário do CMEI é feita na hora pela lactarista, dona Mari, com muito carinho todo mundo sabe. Mas que existem regras específicas para o preparo e servimento que zelam pela qualidade e saúde dos bebês, você sabia?
Vamos falar mais sobre isso!!

Para as crianças do berçário, os hortifruti são entregues duas vezes na semana, as carnes e demais alimentos quinzenalmente e ficam armazenados no CMEI. O receituário de preparações é fornecido pela empresa tercerizada, mas segue o que é contratado pela Prefeitura de Curitiba. Os pratinhos são servidos conforme essa receita com quantidade de peso e/ou colheres que cada criança precisa para alimentar-se bem nessa faixa etária. A quantidade calórica recomendada é calculada e distribuída nas cinco refeições diárias servidas, sendo: desjejum, colação, almoço, lanche e jantar. As crianças dos maternais e prés comem os alimentos que são transportados, também muito nutritivos e preparados dentro de padrões rígidos de qualidade. Temos conferentes no CMEI que a cada refeição observam e verificam tudo que será servido.

Para todas as idades e com as mudanças em lei, nenhuma preparação é feita com açúcar, nenhum alimento ultraprocessado é utilizado e os panificados foram reduzidos durante a semana. Produtos como manteiga e sucos são da agricultura familiar, mais saborosos e nutritivos. Maior qualidade na alimentação é garantia de saúde para nossos bebês e crianças!

Cabe ressaltar que caso a criança tenha intolerância ou alergia alimentar, a família deve procurar a direção do CMEI para realizar a solicitação de cardápio adaptado após fazermos trâmites necessários, a qualquer momento. A prefeitura prontamente envia a solicitação à empresa contratada e a criança tem seu direito assegurado.

O que vemos por aqui? Que a hora das refeições é uma das mais comemoradas, os bebês começaram a comer sozinhos, experimentam de tudo... Comer é um momento riquíssimo de interações e aprendizagens!

 

 

Autor: CINTIA BEATRIZ CORAIOLA | Fonte: CMEI COLOMBO
00372302.jpg
Comer sozinho é uma conquista!
1/3