A literatura nas escolas, nas bibliotecas e nos Faróis do Saber

    Publicado por:  Paulo Henrique Machado
 
A equipe de formação continuada da Gerência de Faróis do Saber e Bibliotecas (GFSB) reuniu na última sexta-feira (05/04), os profissionais da Educação (agentes de leitura) que atuam em Bibliotecas Escolares e Faróis do Saber da Rede Municipal de Ensino (RME) para o primeiro encontro formativo de 2019. Para as regionais Boa Vista e Santa Felicidade, todos os encontros são realizados na sede da Secretaria Municipal da Educação, no Edifício Delta (7º Andar - Torre C - Sala de cursos), ministrados pelos docentes Andreia Luciana Batista, Débora Margarida Gabardo, Cassius Guimaraes Busemeyer e Paulo Henrique Machado. 
 
O curso "A literatura nas escolas, nas bibliotecas e nos Faróis do Saber" tem como principal objetivo subsidiar os profissionais com referenciais teóricos e metodológicos relativos ao incentivo à leitura e com atividades que permitam a ampliação da condição de leitor (autônomo e crítico) dos estudantes, possibilitando o desenvolvimento de competências leitoras. A ementa contempla estratégias de leitura, mediação de leitura literária, histórias de terror e mistério, obras clássicas, releitura e intertextos, histórias em diferentes culturas e suas curiosidades e encontro com autores paranaenses.
 
Com carga horária total de 32 horas (20 presenciais e 12 à distância), essa formação continuada possibilita às agentes de leitura a integração da literatura com outras linguagens artísticas, além da participação em vivências e trocas de experiências que contemplam as ações culturais propostas pela Rede Municipal de Bibliotecas Escolares (RMBE). O curso integra o Programa Veredas Formativas, proposto por esta gestão, e reflete as necessidades formativas dos profissionais que atuam na RME de Curitiba.
 
Na RMBE, o agente de leitura é o (info)educador que está inserido na escola, contribuindo na formação leitora de crianças e jovens. Por meio da articulação com os professores e os projetos pedagógicos de incentivo à leitura, se constitui mediador de transformação social, tendo por objetivo maior a promoção da emancipação cidadã das pessoas das comunidades participantes a partir da expressão. O movimento de formação continuada para agentes de leitura promove o aprimoramento das ações literárias desenvolvidas na RMBE, integrando a biblioteca e o Farol do Saber à proposta de trabalho das unidades escolares para proporcionar aos estudantes e profissionais um espaço prazeroso de leitura e pesquisa. 
 
Indubitavelmente, as ações desenvolvidas nos encontros contribuirão para a potencialização das bibliotecas escolares como espaço pedagógico em que se realizam práticas multiletradas de leitura!
 
 
Autor: NRE Boa Vista | Fonte: Paulo Henrique Machado
00208073.jpg
Formação de agentes de leitura
1/13