A COMUNIDADE RURBANA ARRASOU NA AÇÃO COMPARTILHADA

    Publicado por:  Ivete Bussolo

A Festa Julhina do CMEI Rurbana foi um encontro, cheio de alegria e charme.

Todos estavam lá! As crianças acompanhadas pelos seus familiares, os profissionais do CMEI, os parceiros; E claro, o sol para dar mais brilho e alegria ao evento.

Havia gente grande (adultos), gente pequena (crianças) caracterizadas de caipira; trajados de sinhozinho, sinhazinha, princesa. Havia também aqueles vestidos de forma tradicional, como se vestem no dia, a dia. Muito embora não possamos ignorar essa tradição cultural de nossa gente, a caracterização não era o foco, mesmo porque, o homem do campo tem características diversas. São muitos os jeitos, os costumes. Elas reportam a uma nostalgia e alegria que seduz até mesmo as crianças que não experienciaram a vida no campo.

A alma do caipira, do sertanejo está na memória da nossa gente; com suas canções e danças se torna um grande motivo para celebrar. O maternal III ao som de “Mulher Rendeira”, o pré “na Sola da Bota e na Palma da Mão” embalou a todos num ritmo gostoso, que muitos se puseram a dançar.

A Ação Compartilhada foi um sucesso; proporcionaram ganhos as crianças que se divertiram ao lado dos familiares e dos professores que fazem parte do seu cotidiano; a comunidade e profissionais do CMEI tiveram a oportunidade de se tornar mais próximos; houve estreitamento de laços. E ainda aconteceram ganhos financeiros! Errado? Não, os recursos arrecadados serão revertidos em melhorias para oferecer mais qualidade no atendimento de nossas crianças. Sendo assim, todos ganharam, porque a nossa razão de existir (do CMEI Rurbana e das famílias) são as nossas crianças.

Autor: Rurbana, CMEI | Fonte: Ivete Bussolo