Escola Municipal Pilarzinho, Escola Municipal

logo escola

A busca pelo conhecimento não pode parar

    Publicado por:  Gustavo Leandro de Siqueira Prestini

    Na próxima semana fará três meses que as aulas presenciais foram substituídas pelo ensino a distância e apesar do processo inédito para alunos e professores da EM Pilarzinho, os estudantes estão demonstrando empolgação e muito empenho nos seus estudos de casa, seja assistindo as videoaulas ou fazendo as atividades elaboradas pela escola, os pequenos se divertem, aprendem e ainda sobra um tempinho para enviar algumas fotos e vídeos para o Whatsapp da escola mostrando o que estão fazendo e expressando suas saudades.

    Uma destas estudantes é a aluna Kamile Ramos Gonçalves, do 1º ano, ela diz que não vê a hora de poder voltar para a escola pois “estou com saudades dos meus colegas, das professoras, das tias da limpeza, quero poder dar um abraço apertado em todos”, afirma. Como também a Geovana de Oliveira Rosa (4ºAno) que enviou para a diretora Simeia A. Brasileiro um vídeo e algumas fotos de suas atividades. Já a Laura Saldanha Pigurski (1ºAno), adora fazer as atividades enviadas pela professora Rosemeire e o Alexandre R. Sfeir de Lourenço (2ºano) se diverte fazendo as expressões solicitadas pela videoaula na televisão.

    “Apesar da empolgação dos nossos estudantes, sabemos das adversidades vividas pela nossa sociedade e o quanto este período está sendo dificultoso para todos os envolvidos com o processo educacional, pois ele demanda ações e rotinas que nunca foram experimentadas pela maioria dos pais, mães, alunos e professores. Mas, também, sabemos que o incentivar, o instigar o estudante a continuar buscando o conhecimento é fundamental”, afirma a diretora Simeia.

    Desta forma a vice-diretora Sueli E. Bazani, que também tem um filho pequeno matriculado no primeiro ano da rede comenta sua experiência. “Acompanhar as aulas de casa não é nada fácil, pois criança é criança, ela vai querer levantar, brincar, ir ao banheiro e fazer milhões de coisas, mas a presença dos responsáveis, o incentivo e principalmente a rotina de estudos são fundamentais para que isto ocorra de uma maneira mais tranquila e prazerosa”, afirma.

    Além das videoaulas a equipe tem trabalhado incansavelmente na produção de atividades que estão sendo entregues aos pais a cada 15 dias. “Como presencialmente, buscamos sempre a excelência no trabalho que entregamos aos alunos e dessa forma colocamos bastante esforço para produzir um material adequado e que auxilie os estudantes neste período de distanciamento social”, afirma o articulador Gustavo Prestini. “Sempre acreditamos na educação pública de qualidade e buscamos a cada dia proporcionar ao nosso estudante um alto nível de qualidade nos processos propostos pela escola. Dessa forma, reduzimos as perdas apresentadas pela situação trazida pela pandemia”, afirma a Pedagoga, Flavia Nepumuceno.

    As videoaulas acontecem de segunda a sábado durante o dia todo no canal 9.2 e 4.2 da televisão aberta e também estão disponíveis no Canal Tv Escola Curitiba no Youtube.

Autor: Gustavo Leandro de Siqueira Prestini | Fonte: Pilarzinho, EM
00281377.jpg
A busca pelo conhecimento não pode parar
1/12