8ºano do CAIC Bairro Novo viaja com os Diários de Bordo !

    Publicado por:  Patricia da Rosa Molina Treufeldt

Hoje vamos saber como a professora Marilene Cruz de Geografia dos 8ºs anos fez seus alunos viajarem sem sair do lugar. O conteúdo curricular para esta disciplina é América e ao invés da professora investir no ensino tradicional, com a memorização de países e características, a professora Marilene lançou uma prosposta que fez os estudantes, pesquisarem, serem criativos, estudarem e acima de tudo, o trabalho fez com nossos estudantes sonhassem!

A professora Marilene pediu aos seus alunos para produzirem um “diário de bordo” de uma viagem para qualquer país da América, ( lembram do trabalho da professora com a carta do navegador Américo Vespúcio? Relembre aqui )  poderia ser América do Norte, do Sul, ou América Central. A professora deu total liberdade para os estudantes, eles deveriam planejar a viagem, locais visitados, saber a cultura do país escolhido e curiosidades também.

Os estudantes tiveram aproximadamente 1 mês e meio para realizar a tarefa e eles se saíram muito bem. Nos diários eles colocam as situações mais inusitadas, desde a ansiedade pré-viagem, os atrasos inesperados dos vôos e conexões que ninguém gosta, a chegada no hotel, os passeios, as comidas e também os gastos e imprevistos que todos que viajamos passamos.

O formato do diário de bordo também foi livre e os estudantes mostraram muita criatividade, convidamos vocês a acompanharem nas fotos. Eles passearam pela Colômbia, E.U.A., Cuba, Canadá, Porto Rico , Brasil etc.

A Página do CAIC conversou com alguns estudantes do 8ºano A. Eles estavam muito empolgados aguardando o dia da entrevista. Radiantes,Fernanda, Helen, Anna, Matheus , Gabrielle, Maria Eduarda, João Paulo e Tamires contaram como produziram seus diários de viagem.

Todos os estudantes afirmaram que a pesquisa no site de busca  foi apenas um ponto de partida para a produção do trabalho. Eles conversaram com pessoas que visitaram os locais escolhidos, entraram em sites de hotéis , sites oficiais das regiões que gostariam de visitar, e em muitos blogs de onde os autores comentam os prós e contras de cada lugar.

A estudante Hellen Fiori, fez seu diário de viagem no estilo scrapbook, com muitas imagens , registrando o passo a passo de seus dias nos Estados Unidos. O Google Maps foi a estratégia utilizada pela estudante Anna Vitória Silva que “viajou” para o Canadá. A partir dos pontos que ela queria visitar, buscou os hotéis e restaurantes mais próximos para elaborar seu roteiro de viagem. Já Matheus utilizou outra estratégia: iniciou a pesquisa assistindo aos vídeos “To de Folga” de um telejornal ,para direcionar sua pesquisa rumo ao Rio Grande do Norte. Em seu diário, o estudante relata todas as emoções do viajante, a ansiedade pré-viagem, a alto custo dos destinos para o nordeste do Brasil, os atrasos nas conexões e curiosidades sobre os locais visitados. Gabrielle teve como destino o México, apresentou cultura típica do lugar em seu diário e também pesquisou em sites e blogs de pessoas que já haviam visitado o país, mesma estratégia utilizada pela estudante Maria Eduarda que foi para Porto de Galinhas, e aproveitou as belas praias, a gastronomia e os tradicionais passeios de jangada. Argentina foi o destino do estudante João Paulo que deu uma dica preciosa para os amantes de esportes: “comprem as lembranças de viagem nas lojas que ficam dentro do estado da Bombonera” e aproveitem as feiras que são tradicionais nos bairros de Buenos Aires. Nova York, um dos destinos preferidos dos brasileiros , foi o escolhido pela estudante Thamires de Paula que para iniciar sua pesquisa, comprou um guia de viagem da cidade. Hospedada em um hotel em frente ao Central Park, a estudante visitou lugares típicos nova iorquinos como o Empire State Building, a Estátua da Liberdade, a assistiu aos tradicionais espetáculos da Brodway. Para Fernanda Franca é fundamental conhecer primeiro o Brasil, e ela optou em conhecer Gramado no sul do país. A estudante pesquisou os pontos turísticos que gostaria de ir e a partir daí elaborou seu roteiro de viagem.

A grande parte dos estudantes nunca viajou, e os diários de bordo produzido por eles mostram o quanto foram capazes de sonhar e se colocar  nas situações descritas por eles nos diários. " trabalho que foge do ensino tradicional e faz com que o estudante realmente visualize a Geografia do Brasil e de outros países de forma diferenciada, e também analisaram a questão financeira e desenvolveram o protagonismo!" colocou o diretor do CAIC BN Pedro Rodrigo de Andrade.

Se você gostou desta notícia ou de outra postada aqui na Página do CAIC Bairro Novo é só clicar no ícone na rede social que você utiliza ao final da postagem para compartilhá-la. A educação pública  de qualidade agradece. E esperamos a visita de todos vocês na nossa Fanpage. Use sempre as hashtags  #caicbn #paginadocaic #educomunicação.

 

Autor: Patricia Molina Treufeldt | Fonte: Marilene Cruz
00093158.jpg
diario
1/11