1º Encontro do Fórum de Formadores da SME - APRENDIZAGEM CRIATIVA

    Publicado por:  Hemanuelli Claudino dos Santos

O município de Curitiba inovou mais em sua prática, ao assinar o Termo de Cooperação Técnica com a Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa - RBAC via Instituto Lemann, no dia 30/04 para a adoção sistêmica da aprendizagem criativa, o que proporcionará, aos profissionais da Rede Municipal da Educação, conhecimento para o trabalho com práticas criativas e novas metodologias.

Na quinta-feira, dia 19 de maio, aconteceu o primeiro encontro via Youtube, do Fórum de Formadores da SME - Aprendizagem Criativa, para os profissionais que atuam nas coordenadorias, departamentos e núcleos regionais.

O objetivo desta formação é capacitar as equipes internas da Secretaria Municipal da Educação, para serem disseminadores desta cultura, integrando às suas práticas, formações e currículo.

O Núcleo Regional da CIC contou com a participação de 16 servidores, engajados na proposta de adotar em suas práticas a aprendizagem criativa.

Para esse momento histórico contamos com presença da Secretária Municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, que falou sobre a alegria de estar presente neste momento tão marcante para a educação da cidade de Curitiba. A Gerente do Departamento de Desenvolvimento Profissional – DDP Estela Endlich, destacou a importância de se desenvolver na Rede Municipal de Curitiba - RMC uma cultura de inovação pedagógica baseada na abordagem da aprendizagem criativa por meio de um ecossistema de formação – ação – reflexão. A Coordenadora Pedagógica da Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa - RBAC, Carolina Rodeghiero enfatizou a importância do termo e que acontecerá durante a formação palestras com convidados de referência da RBAC.

A 1ª parte da formação foi com Thais Eastwood Vaine (Articuladora de Design de Experiências Educativas na RBAC) e Ellen Regina Barbosa, (Pedagoga da RBAC). Elas iniciaram o momento de aprendizagem com questionamentos:

 - Quem você era enquanto estudante, no Ensino Fundamental?

- E pensando nas experiências de aprendizagem que você teve ao longo da vida, qual delas mais te marcou positivamente?

Essas perguntas levaram o grupo a grandes discussões, onde os participantes relataram suas experiências no chat.

Foi explicado que a RBAC é um movimento de educadores, artistas, pais, pesquisadores, empreendedores, alunos e organizações que promovem práticas mão na massa, criativas e relevantes que tenham impacto na educação de crianças e jovens do Brasil.

Em outra reflexão, os participantes foram convidados a imaginar como seria a escola dos sonhos: pensando em ambientes, acolhimento, equidade, tempos e invenções. Para efetivar este momento foi proposta uma dinâmica mão na massa, onde foi solicitada a invenção de algo criativo e inovador, o que aconteceu por meio de registro. Concluiu-se que, em nossas unidades educacionais encontramos profissionais inovadores, que sabem utilizar os recursos existentes de forma criativa, consciente e colaborativa.

Com muita sensibilidade as formadoras explicaram sobre os 5 P´s da aprendizagem criativa: projetos, paixão, pensar brincando, pares e propósito que têm como objetivo encorajar conexões com ideias que apóiam estudantes na compreensão do seu mundo.

A 2ª parte da formação aconteceu com a apresentação de uma narrativa mão na massa, do projeto Engenhocas de Malvina realizado pela professora do Farol do Saber e Inovação Marily Chaves Orsolon, a qual compartilhou com o grupo as suas experiências. Enfatizou que o projeto foi desenvolvido em parceria com várias integrantes do Farol do Saber e Inovação e agentes de leitura.

Silmara Campese Cesário (Gerente de Inovação Pedagógica – GIP) e sua equipe finalizaram à noite apresentando o Diário de Bordo e a ferramenta Padlet, onde acontecerão as postagens dos formadores.

Autor: Hemanuelli Claudino dos Santos | Fonte: NRECIC
00296645.jpg
Abertura
1/3