Secretários da Educação das capitais avaliam pandemia e volta às aulas

    Publicado por:  Maria Duarte

Secretários da Educação de cinco capitais brasileiras reuniram-se nesta quarta-feira (26/01), em São Paulo (SP), para debater a situação da pandemia da Covid-19 e a volta às aulas presenciais. As cidades já deram início à vacinação das crianças.

A secretária municipal da Educação de Curitiba, Maria Sílvia Bacila, participou da reunião com o secretário de São Paulo, Fernando Padula; Janaina Audino, gestora da pasta em Porto Alegre (RS); Frederico Amâncio, secretário de Recife (PE); e Renan Ferreirinha, do Rio de Janeiro (RJ).

“Esta articulação iniciada com os demais secretários é para que possamos fazer uma análise da situação, pois os números de casos estão aumentando há semanas”, explica Maria Sílvia. “O compartilhamento de ideias e experiências é fundamental. Nossa intenção é garantir o direito à educação e a segurança de todos. Estamos debatendo as boas práticas, protocolos sanitários e questões pedagógicas”, completou.

“Nosso protocolo sanitário, elaborado com o respaldo das autoridades municipais de saúde, nos permitiu um retorno seguro a partir de julho do ano passado. Todas as nossas mais de quatrocentas unidades foram equipadas com totens de álcool gel 70%, tapetes sanitizantes, termômetros e demais itens necessários”, lembrou Maria Sílvia.

Entre os principais cuidados previstos no protocolo constam distanciamento social, uso de máscaras por crianças e profissionais, aferição de temperatura na entrada e limpeza dos pés em tapetes sanitizantes, interdição de bebedouros coletivos, além de horários escalonados para intervalo.

Na rede municipal de ensino de Curitiba, o ano letivo de 2022 será iniciado em 14 de fevereiro.

O ensino foi mantido no formato remoto na capital do Paraná desde o início da pandemia até o início do segundo semestre de 2021, quando as aulas foram retomadas para os 140 mil estudantes com as opções presencial e remoto, pela TV Escola Curitiba.

A secretária esclarece que os detalhes para a volta às aulas na rede municipal estão sendo planejados e serão divulgados oportunamente. “Consultamos a Secretaria Municipal da Saúde e os próximos passos serão definidos a partir da situação do novo coronavírus na cidade”, afirma.

A próxima reunião do grupo já está agendada para o dia 23 de fevereiro, no Rio Janeiro, e deverá abordar as estratégias de aprendizagem na rede pública de ensino.

Autor: SME | Fonte: SME