Do Parque Barigui ao Mercado Municipal, espaços da cidade viram salas de aula

    Publicado por:  Maria Duarte

O Dia Internacional das Cidades Educadoras, neste sábado (30/11), foi dia de aula a céu aberto em Curitiba. A Prefeitura organizou atividades em mais de 40 espaços públicos, como o Parque Barigui, o Mercado Municipal, Faróis do Saber de praças, administrações regionais e Rua XV de Novembro.

O dia de sol atraiu muita gente ao Barigui, como a turista Rosângela Kuller, de Ponta Grossa. Ela parou no estande dos Jardins de Mel do parque, onde as professoras do Linhas do Conhecimento explicavam o que é uma Cidade Educadora: aquela que ouve seus cidadãos para ser melhor.

A capital do Paraná entrou para o seleto rol das Cidades Educadoras em outubro, quando recebeu o certificado da Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE).

“Quem dera outras cidades fizessem isso também. Acredito sim que o engajamento e a participação da população são fundamentais para uma vida melhor em sociedade”, disse Rosângela.

Cidades Educadoras

Na prática, fazer parte do rol das Cidades Educadora significa que Curitiba está comprometida em tratar a educação como um processo amplo e que envolve todos os seus habitantes. O órgão responsável pelo processo de integração e efetiva participação do município como membro da associação é a Secretaria Municipal da Educação.

“O objetivo desses eventos foi evidenciar que os espaços da cidade são locais de aprendizagem”, destacou a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

Além da Secretaria da Educação, as ações do evento Cidades Educadoras envolvem as secretarias municipais do Meio Ambiente, da Segurança Alimentar e Nutricional, do Esporte, Lazer e Juventude, da Comunicação Social e o Instituto Municipal de Administração Pública (Imap).

Autor: SME | Fonte: SME