Com reajuste de 10%, escolas, CMEIs e CMAEEs recebem R$ 4 milhões do Fundo

    Publicado por:  Maria Duarte

Escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e Centros Municipais de Atendimento Educacional Especializado (CMAEEs) recebem nesta semana a segunda parcela do programa Fundo Rotativo, com valores reajustados em 10%.

Ao todo, são R$ 4 milhões, também com os 10% retroativos à primeira parcela, paga no início do ano, quando o prefeito Rafael Greca anunciou o reajuste.

“Até o final deste ano, serão cerca de R$ 18 milhões repassados às unidades”, afirmou o prefeito. O dinheiro é depositado diretamente na conta das unidades e serve para compra de materiais de limpeza e pagamento de serviços rotineiros, como troca de vidros e outros pequenos consertos.

O valor também é importante nas ações de atendimento a protocolos sanitários, como medidas de enfrentamento à covid-19.

A quantia destinada a cada unidade depende da estrutura e do número de estudantes matriculados.

“O Fundo Rotativo contribui para a organização das unidades e, por serem recursos descentralizados, agilizam compras e pagamentos”, destaca a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

No ano passado, as unidades receberam R$ 16,8 milhões em recursos do Programa Fundo Rotativo, divididos em cinco parcelas.

Transparência

A população pode acompanhar a utilização do dinheiro na rede municipal de ensino pela internet. A movimentação fica registrada no sistema Gestão de Recursos Financeiros, inclusive os dados dos anos anteriores.

Saiba mais sobre a legislação e procedimentos para execução de despesas do Fundo Rotativo na página da Coordenadoria de Recursos Financeiros Descentralizados.

Autor: SME | Fonte: SME