Concurso AbeLinhas do Conhecimento

TERCEIRA  ATIVIDADE

Linhas do conhecimento: Concurso JARDINS  DE MEL

CMEI: OSWALDO CRUZ I

TURMA: PRÉ ÚNICO

PROFESSORAS:  BONNYE DOS SANTOS MACHADO

MARIA LUIZA CHICORA MARQUES DE OLIVEIRA

 

3º Atividade – INAUGURAÇÃO DO JARDIM DE MEL

Em conversa com as crianças, pedagoga e direção do Cmei, resolvemos fazer uma apresentação das crianças no dia 19/10 (no período da manhã) para envolver os pais e a comunidade, para a nossa apresentação do Jardim de Mel.

Nesta ação as crianças construíram cartazes, manual informativo, imagens e demais materiais (garrafa pet, cano de pvc, folhas de revista, fitas adesivas) para explicar as atividades propostas no decorrer deste projeto, a fim de promover a conscientização da importância e a necessidade da preservação das abelhas.  Familiares das crianças envolveram-se de tal maneira que soubemos do pai da Sophie que fez uma pesquisa mais intensa sobre as abelhas sem ferrão, no intuito de que sua filha, pudesse agregar mais informações e assim pudesse repassar aos amigos e demais pessoas da comunidade. Como também, nossa criança Larissa, tem familiares que já cultivam esta pequena abelha nativa, propiciando o bem estar e proteção para esta espécie. Temos também a criança Davi Xavier que fala as abelhas melíponas e não as abelhas sem ferrão.

Conforme estudos dos objetivos de desenvolvimento Sustentável ODS nº 2, ODS n°3 e ODS n°15. Onde envolvendo os direitos de aprendizagem: brincar, conviver, participar, explorar, expressar e conhecer-se, desenvolvemos uma proposta para as crianças do Pré Único, visando que as crianças vivem inseridas em espaços e tempos de diferentes dimensões, em um mundo constituído de fenômenos naturais e socioculturais.

Em conversa com as crianças, foi elaborado um projeto de “AGENTES DA NATUREZA CUIDANDO DO MUNDO DA GENTE”, nosso projeto Jardins de Mel, promoveu e está promovendo algumas experiências nas quais as crianças possam fazer observações, manipular objetos, investigar e explorar seu entorno, levantar hipóteses e consultar fontes de informação para buscar respostas às suas curiosidades e indagações. Observou-se a necessidade de dar continuidade ao projeto pela preservação do meio ambiente.  Com o objetivo de observar e descrever mudanças em diferentes materiais resultantes de ações sobre eles, em experimentos envolvendo fenômenos da natureza. Nossas crianças foram visitar o Bosque REINHARD MAACK, afim de apreciar e conhecer de forma real a preservação do meio ambiente e conhecer estas colônias em caixas de Abelhas Nativas Sem Ferrão.

Muito intenso e educativo este passeio ao Bosque Reinhard Maack, fomos em busca de conhecer a caixa de abelhas nativas sem ferrão, no qual despertou ainda mais o interesse e a curiosidade por conhecer a verdadeira importância dos agentes polinizadores para nossa sobrevivência. Sophie comentou:( sobre a importância de se preservar a vida dessas abelhinhas tão pequenas que nos trazem tantos benefícios). Nosso objetivo foi de observar e descrever mudanças em diferentes materiais resultantes de ações sobre eles, em experimentos envolvendo fenômenos da natureza.

Assim podemos desenvolver as duas propostas os “Jardins de Mel” e “Agentes da Natureza cuidando do mundo da gente”. Em nossas atividades diárias houve a limpeza e instalação da armadilha (isca) para capturar as abelhas nativas sem ferrão, como os cuidados e preservação com o meio ambiente, onde com a ajuda das crianças, foi feita uma sacola para recolher os reciclados, que em visita entorno do Cmei, podemos trazer diversos reciclados, e assim confeccionar um brinquedo finalizando o projeto. Em nossa inauguração, as crianças escolheram uma música (Melo da abelhinha – Eliana) para poder apresentar para a comunidade o Jardim de Mel, bem como cartazes e manual informativo, desenhos de abelhas trazendo algumas observações. E para finalizar esta inauguração as crianças cortaram uma fita, simbolizando a abertura de nosso espaço construído pelos mesmos para o JARDIM DE MEL, e para que a comunidade possa explorar e apreciar este projeto.

Podendo envolver todas as turmas (132 crianças), professores (19), funcionários (06) bem como a presença da comunidade (60) que veio prestigiar a inauguração do Jardim de Mel, feito pelo Pré Único.

Foi muito satisfatório para nós professores, participar deste momento lúdico, que trouxe experiências cotidianas em saberes propostos nestas atividades. Esta interação com a comunidade, veio contribuir de modo próprio em agir, sentir e pensar, construindo percepções, questionamentos sobre si e sobre os outros.

Seguimos com nossos relatos diários:

22/10 (9:00) Observou-se a presença de algumas abelhas entorno da isca. (Feita a manutenção do jardim (regamos as plantas)

22/10 (15:30) não observou-se a presença de abelhas na isca.

23/10 (8:50) não observou-se a presença de abelhas na isca.

23/10 (13:50) observou-se a presença de uma abelha entorno da isca.

24/10 (9:20) observou-se a presença de uma abelha entorno da isca.

24/10 (14:35) não observou-se a presença de abelha na isca.

25/10 (8:55) não observou-se a presença de abelha na isca.

25/10 (16:00) não observou-se a presença de abelha na isca.

28/10 (9:05) observou-se a presença de uma abelha entorno da isca.

28/10 (14:35) não observou-se a presença de abelha na isca.

29/10 (9:15) não observou-se a presença de abelha na isca.

29/10 (15:20) observou-se a presença de algumas abelhas entorno da isca. (Feita a manutenção do Jardim de mel, pelas crianças, onde Emanuella nos mostrou uma abelha do lado da isca, na orquídea.

30/10 (8:55) não observou-se a presença de abelha na isca.

30/10 (14:20) não observou-se a presença de abelha na isca.

31/10 (8:50) observou-se a presença de abelha entorno da isca.

31/10 (15:10) não observou-se a presença de abelha na isca.

01/11 (9:12) não observou-se a presença de abelha na isca.

01/11 (15:00) não observou-se a presença de abelhas na isca. Conforme orientação fornecida pela Katelyn (linhas do conhecimento), necessitou-se a mudança de lugar da isca para a captura, pois não obtivemos sucesso onde foi instalada, apesar de inúmeras flores e diversas plantas. Foi escolhido um lugar ao lado da sala do Pré Único, onde temos nossa horta, uma parreira de uva e diversos chás plantados. Observou-se a presença de algumas abelhas nesta região.

04/11 (8:55) observou-se a presença de uma abelha entorno da isca. (Abelha Mamangava, também chamada de abelhão, pois demora para pousar nas flores, seu mel não é de boa qualidade, ela faz ninhos em buracos nos barrancos e pequenos ocos de árvores.)

04/11 (14:55) não observou-se a presença de abelha na isca.

 

                

PASSEIO NO BOSQUE REINHARD MAACK COM A EXPLORAÇÃO NA CAIXA DE ABELHA NATIVA SEM FERRÃO.