Concurso AbeLinhas do Conhecimento

PRIMEIRA ATIVIDADE

CONSCIENTIZAÇÃO DA IMPORTÃNCIA DAS ABELHAS

O trabalho teve inicio a partir de uma roda de conversa com as crianças da turma do PRÉ ÚNICO, onde a professora Marci contou que teria se inscrito em um curso chamado Jardins de Mel, aguçando bastante a curiosidade das crianças, tendo um ponto de partida para pesquisar mais sobre o assunto e conhecer sobre as abelhas sem ferrão, o que chamou muito a atenção das crianças.

Após o primeiro dia de curso estavam todos atentos às novidades e prestando bastante atenção a cada detalhe contado pela professora.

Munidos de várias informações e eufóricos foram transmitir e conscientizar todas as pessoas que freqüentam o nosso CMEI. Dividindo – se em pequenos grupos para visitar as outras 3 turmas,  coordenação e todo âmbito do CMEI. Levando a Garrafa Pet com a isca, o caderno Jardins de Mel e o caderno Diário da Abelha, as crianças compartilharam os conhecimentos adquiridas na sala com as professoras:

Abelhas nativas sem ferrão é a espécie de abelhas nativas do mundo que produzem o que há de mais doce, o mel.

Sua função  é fundamental para a vida do planeta na busca de pólen e néctar nas flores. Realizam a transferência das espécies vegetais, gerando frutos que alimentam a fauna e também nós.

As abelhas são conhecidas como o elo da perpetuação vegetal, são essenciais para a permanência, expansão e conservação da nossa biodiversidade. Além de conhecer parte das espécies mais presentes em nossa cidade é preciso saber mais sobre os espaços destinados à sua proteção e preservação.

Esta ação envolveu as 4 turmas do Cmei, sendo 81 crianças, 18 professores, 3 funcionárias da limpeza e 2 da cozinha.

Focando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: ODS nº 2, ODS nº 3 e ODS nº 15.

 

SEGUNDA ATIVIDADE

AÇÕES REALIZADAS PARA ATRAIR AS ABELHAS SEM FERRÃO.

Inicialmente as crianças do Pré, junto com as professoras visitaram as outras 3 turmas do CMEI, a coordenação e todos os funcionários para falar o que aprenderam sobre os Jardins de Mel.

Ficou acordado que todos iriam colaborar para a implantação e cuidados com a manutenção da horta e dos jardins do CMEI, tornando-os atrativos para atrair as abelhas sem ferrão até a nossa isca.

- Escolhemos uma árvore do pomar para a implantação da isca e plantamos flores ao seu redor, (pesquisamos as espécies mais indicadas para atrair as abelhas).

- A nossa horta foi revitalizada e plantamos outras variedades de hortaliças e temperos.

- As crianças foram convidadas à observar diariamente a isca para detectar as abelhas e as outras turmas já sabem que se observarem algum movimento das abelhas devem contar para as crianças do pré, e eles vão registrar no Diário da Abelha..

Assim ficou mais fácil fazer a manutenção da horta e dos jardins, pois todos estão envolvidos e diariamente é feita a rega das plantinhas com água e retirada dos matinhos sempre que necessário.

Já observamos abelhas nas arvores próximas e nas flores, porém ainda não na nossa isca.

Esta ação envolveu as 4 turmas do Cmei, sendo 81 crianças, 18 professores, 3 funcionárias da limpeza e 2 da cozinha.

Focando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: ODS nº 2, ODS nº 3 e ODS nº 15.

 

TERCEIRA ATIVIDADE

 

E chegamos à última etapa do Concurso Abelhinhas felizes e realizadas, o espaço do nosso Jardim de Mel ficou muito lindo.

Para a inauguração convidamos as famílias e CMEIs da regional CIC. Apresentamos um teatro com a contação da história do processo de construção do espaço e finalizamos o evento com um piquenique coletivo onde muitas famílias participaram:

Era uma vez uma abelhinha sem ferrão que morava no CMEI Mário Covas.

Entra uma menina (abelha) correndo em volta da bananeira.

A casinha dela ficava ali, entre a bananeira e o pé de goiaba. Ela gostava de voar até a janela do Pré para se alimentar das flores que as crianças plantaram ali. Enquanto se alimentava a abelhinha polinizava as flores.

Vocês sabiam que é por meio da polinização que acontece o processo de produção de frutos e sementes e a reprodução das plantas, responsáveis por até 90% do transporte de pólen e fecundação das árvores nas florestas. As abelhas são espécies inestimáveis para a manutenção da natureza, nascimento de novas árvores e indiretamente, até mesmo pela pureza do ar.

O tempo foi passando e a comida, o pólen e o néctar que a abelhinha precisava para sobreviver foram ficando escassos, pois não existiam mais flores no CMEI.

A abelhinha foi ficando fraca e tomou uma decisão: Vou arrumar a mala e ir embora desse lugar, vou procurar um lugar onde tenha horta e um jardim bem florido.

A abelha pega a mala gigante e vai embora.

As funcionárias do CMEI ficaram muito triste com a partida da abelha e

começaram a planejar ações para atrair novamente as abelhas.

Em uma reunião de pais pediram a colaboração das famílias para revitalizar a horta.

Com o projeto de separação do lixo foram colocadas lixeiras especiais para o descarte de frutas e verduras, que depois eram depositados na horta para adubar a terra.

Os pais da Maria Luiza do Pré fizeram uma grande ação trazendo voluntários da empresa DHL e plantaram flores, várias mudas de hortaliças e pintaram os pneus e brinquedos do parquinho.

Vieram também os Amigos da Árvore, projeto dos funcionários da Copel, eles fizeram um pomar, plantaram várias mudas de árvores frutíferas e árvores de sombra.

A Carla, mãe do Miguel do Maternal l, veio pintar os cilindros de concreto usados no jardim.

O Seu Zé, avó da Clara do Berçário também veio ajudar, carregou muitos carrinhos de terra para a horta e sempre que solicitado ajudava as professoras.

O Horto Municipal doou mudas de flores e de pequenas árvores para o nosso jardim.

Fizemos também um cantinho dos aromas com ervas para chá e temperos.

E assim surgiu esse espaço chamado de Jardim de Mel, onde colocamos a isca e aguardamos ansiosas pela volta das abelhas.

A turma do Pré vem com capinhas, viseira de abelhase bexigas amarelas nas mãos, correndo pela horta em direção ao jardim de mel, cheirando as flores.

Genteeeeee! Olha quem está de volta.

A abelhinha volta com a mala na mão.

Fim

Esse trabalho está sendo muito gratificante, percebe-se que o projeto terá continuidade nos próximos anos, pois as crianças e as famílias estão empolgadas com o nosso Jardim de Mel.