Avisos - Dona Bertha, Centro Municipal de Educação Infantil

O uso de medicamentos no CMEI, é um assunto sério!

É comum  durante o ano letivo, algumas crianças necessitem utilizar medicamentos, para tratamento de saúde. Quando os horarios sejam no período em que está no CMEI, devemos seguir algumas orientações: 

  • A ministração dos medicamentos deve ser realizada, prioritariamente, pelos pais ou responsáveis, quando o espaço de tempo for de 12h/12h deve ser ministrado em casa. Caso, o intervalo do tempo seja 8h/8h, de 6h/6h ou de 4h/4h devendo ser autorizada de maneira formal pelos pais, com registro em ata, a medicação poderá ser ministrada pelo(a) gestor(a), pedagogo(a) ou professor(a) da unidade educacional.
  • Os pais devem apresentar à unidade educacional a receita/prescrição (respeitando os intervalos de tempo, indicando o menor número de doses possível) e a duração do tratamento, emitida por profissional de medicina ou odontologia.
     
  •  O detalhamento da prescrição médica com a posologia/dosagem deve ser registrado em ata, bem como os horários de entrada dos pais ou responsáveis na unidade educacional para a ministração do medicamento.
  • Os medicamentos devem ser entregues a unidade educacional na embalagem original, identificada com o nome da criança e o horário para administrar a medicação.
  • Quando for necessário o  preparo dos medicamentos, como diluição em água, por exemplo, deve ser feito exclusivamente pelo pai, mãe ou responsável legal, antes de serem entregues a unidade educacionai.
  • O pai, mãe ou responsável legal deverá orientar os profissionais da educação sobre o uso adequado do equipamento/espaçador, nos casos de administração de medicamentos inalatórios.

    As unidades educacionais estão autorizadas também a administrar repelentes, protetor solar e pomadas de prevenção ou contenção de assaduras, as quais não necessitam de receita

médica/prescrição, observando-se as seguintes normas:

  • Os produtos deverão ser entregues à unidade educacional pelos pais, em embalagem original, identificada com o nome da criança. 
     
  • Os produtos deverão estar dentro do prazo de validade. Caso contrário, não poderão ser ministrados.
  • A recomendação da aplicação do produto nas crianças deverá ser feita por escrito, pelos pais, cujo registro constará na Ata de medicação. 

Obs.: Deverá ser exigida receita/prescrição nos casos em que esses produtos façam parte de tratamento específico, por tempo determinado.

  • Quando ocorrer algum fato envolvendo a criança, tais como queda, acidente, indisposição, febre e qualquer outra situação que possa implicar na sua saúde e no seu bem-estar, o que também deverá ser registrado. 
  •  Em casos de acidente grave, quando houver necessidade de atendimento emergencial pelo SAMU. A situação deverá ser registrada em livro-ata, com a presença dos pais ou responsável legal pela criança.
  •  Registrar na ficha da criança e na Ata do setor pedagógico todas as situações relacionadas nos itens acima, devendo constar, obrigatoriamente, data; ocorrência; qual familiar forneceu

as informações sobre a criança; nome do profissional da unidade que registrou os encaminhamentos; cópia da receita/prescrição médica/odontológica; demais dados que julgar importantes.

Qualquer dúvida sobre o uso da medicação, estamos a disposição na secretária da unidade. 

Equipe Gestora.